Pravda.ru

Sociedade » Cultura

A Escola da Noite: Embarcação em Viana, Flores de Livro no TCSB

30.01.2017
 
A Escola da Noite: Embarcação em Viana, Flores de Livro no TCSB. 25921.jpeg

A Escola da Noite: Embarcação em Viana, Flores de Livro no TCSB

Prossegue a digressão nacional do projecto "Embarcação do Inferno". A co-produção d'A Escola da Noite com o Centro Dramático de Évora aporta esta semana em Viana do Castelo, no Teatro Sá de Miranda. Estão previstas 5 sessões do espectáculo, uma oficina para professores e a conferência "Gil Vicente no seu tempo e no nosso tempo", por José Bernardes. Em Coimbra, no TCSB, Cláudia Sousa dinamiza a primeira sessão do ano de "Flores de Livro - leitura de contos para a infância", agora aberta a crianças a partir dos 2 anos.

Depois de Bragança e Aveiro, o mais recente espectáculo d'A Escola da Noite chega a Viana do Castelo. A convite da Câmara Municipal e com o apoio do Teatro do Noroeste - Centro Dramático de Viana, "Embarcação do Inferno" assenta arraiais ao longo de três dias no Teatro Sá de Miranda, entre 26 e 28 de Janeiro.

O programa inclui 5 sessões (três das quais dedicadas às escolas do distrito), uma oficina para professores em horário pós-laboral e a conferência de José Augusto Cardoso Bernardes, consultor científico do projecto que a companhia de Coimbra desenvolve em co-produção com o Cendrev - Centro Dramático de Évora.

"Embarcação do Inferno" estreou no passado mês de Outubro e assinala os 500 anos da primeira apresentação e da primeira edição do mais estudado texto de Gil Vicente, também conhecido como "Auto da Barca do Inferno". Com encenação dos directores artísticos das duas companhias - António Augusto Barros e José Russo -, o espectáculo tem sido elogiado pela crítica e pelo público, que salientam a forma como o respeito pelo texto original se articula com uma abordagem cénica contemporânea, com particular destaque para o trabalho dos actores, a interacção com os diferentes bonecos que dão vida a algumas das personagens e a surpreendente cenografia, assinada por João Mendes Ribeiro e Luísa Bebiano. O elenco conta com actores dos dois grupos - Ana Meira, Igor Lebreaud, Jorge Baião, José Russo, Miguel Magalhães, Rosário Gonzaga, Rui Nuno e Sofia Lobo -, os figurinos e bonecos são de Ana Rosa Assunção, a música de Luís Pedro Madeira e o desenho de luz de António Rebocho. Ao longo do ano de 2017 vai passar por algumas das principais cidades e salas do país.

Flores de Livro, com Cláudia Sousa
Ao mesmo tempo, em Coimbra, o Teatro da Cerca de São Bernardo acolhe mais um Sábado para a Infância. A 28 de Janeiro, pelas 11h00, a animadora sócio-educativa Cláudia Sousa dinamiza uma nova sessão de leitura de contos para os mais novos.

"Flores de Livro" acontece mensalmente desde Janeiro de 2013. No último sábado de cada mês, Cláudia Sousa traz ao Teatro da Cerca de São Bernardo a sua mala dos livros e conta aos mais pequenos um conjunto de histórias escritas a pensar neles. Para além de estimular a criatividade e a imaginação dos seus pequenos ouvintes, a iniciativa tem como objectivo criar o gosto pela leitura e a familiaridade com o livro enquanto objecto.

O ambiente calmo e de grande proximidade proporcionado pelo bar do Teatro contribui para a riqueza da experiência. No final de cada sessão, os participantes são convidados a manusear os livros que foram lidos e a fazer os seus próprios desenhos, inspirados pelas histórias que acabaram de ouvir. Podem ainda requisitar alguns dos livros trazidos pela animadora e levá-los para casa até à sessão seguinte. A partir desta sessão e ao longo de todo o ano de 2017, a iniciativa é recomendada para crianças a partir dos 2 anos.

Cláudia Sousa é formada em Educação Social e em Animação Sócio Educativa. Foi responsável pelo Serviço Educativo da Biblioteca Municipal Aquilino Ribeiro, pela concepção e dinamização da Biblioteca Itinerante EMA (Espaço Móvel de Animação), pelo desenvolvimento de actividades de animação no Auditório Municipal Carlos Paredes e colaborou na organização do I e II Encontro Nacional de Serviço Educativo "Diferentes Leituras", no município de Vila Nova de Paiva. Com uma larga experiência no desenvolvimento de actividades de animação para diferentes públicos (leitura, narração oral, escrita criativa, expressão plástica, ilusionismo entre outras) é responsável, desde 2012, pelo projecto Flores de Livro, através do desenvolvimento de sessões de conto, oficinas e formações um pouco por todo o país. Como contadora participou em alguns festivais de narração oral, dos quais destaca Palavras Andarilhas (Beja), Contos de Avó (Vila Nova de Famalicão), Um porto de Contos (Porto), Rio de Contos (Almada) e Fiadeiro de Contos (Montalegre). Em Coimbra, no TCSB, desenvolve sessões de conto e leitura mensais desde 2013.

 


Loading. Please wait...

Fotos popular