Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Festival de Cinema do Rio exibe mais de 300 filmes em 15 dias

29.09.2008
 
Festival de Cinema do Rio exibe mais de 300 filmes em 15 dias

Durante duas semanas – de 25 de setembro a 9 de outubro – os brasileiros que gostam de cinema terão diversão de sobra. O Festival de Cinema do Rio 2008, o maior do continente Sul-americano, exibe mais de 300 filmes inéditos no Brasil e na maior parte do mundo.

Entre eles, o mais aguardado era o "Última Parada 174", um filme de ficção de Bruno Barreto inspirado pelo documentário "Ônibus 174" (2002), de José Padilha .

O filme, escolhido para representar o Brasil no Oscar 2009, foi exibido na noite de estréia do festival do Rio de Janeiro. Antes da exibição, o diretor subiu ao palco do cinema Odeon Petrobras junto com parte do elenco e produção e agradeceu aos patrocinadores. Na noite, cerca de 1,4 mil espectadores lotaram duas salas de cinema.

Depois do filme, várias celebridades se reuniram para comemorar o início do evento. Entre eles estavam Rodrigo Santoro, Alessandra Negrini, Selton Mello, Camila Pitanga, Dado Dolabela, Luana Piovani, Giulia Gam, Antonio Pitanga e Helena Ignez.

Na programação do festival, há também um filme dirigido pelo americano Brad Anderson sobre a Rússia, intitulado “Expresso Transiberiano” (Transsiberian, em inglês). O diretor conta a história de Roy e Jessie, casal de americanos que viajam para Moscou no famoso Expresso Transiberiano. Anderson já recebeu prêmios, em 1998, de Melhor Filme por “Próxima Parada: Wonderland” no Festival de Deauville. Também recebeu medalha de Prata no Festival de Sitges, em 2004, por “O Operbrio”.

Este ano, o festival conta com 20 mostras de diferentes assuntos. A Première Brasil, por exemplo, é a única mostra competitiva e reúne lançamentos das produções nacionais. Na mostra 100 anos da imigração japonesa, há filmes que retratam a chegada e a vida dos imigrantes orientais. Comemorando sua décima edição, o segmento infanto-juvenil chamado de Mostra Geração traz um divertido panorama do cinema dedicado aos jovens.

Os temas dos aproximadamente 300 filmes variam entre os alternativos e os conhecidos pelo grande público mundial. Segundo os organizadores, o festival optou por não mostrar somente filmes de arte justamente por ser uma vitrine. Assim, a première contempla as várias faces da produção brasileira, do filme de autor ao mais comercial.

O Festival do Rio surgiu em 1999 da fusão de dois dos maiores festivais de cinema do país: o Rio Cine Festival – que existia desde 1984 – e a Mostra Banco Nacional de Cinema, criado em 1988. Este ano, o Festival do Rio comemora sua décima edição.

“Foi uma união muito importante, porque as duas mostras estavam em seu melhor momento”, conta Walkiria Barbosa, criadora do Festival e diretora do Centro de Cultura, Informação e Meio Ambiente.


Loading. Please wait...

Fotos popular