Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Novas instalações da Cena Lusófona em Coimbra: assinado o contrato com a CMC

28.05.2017
 
Novas instalações da Cena Lusófona em Coimbra: assinado o contrato com a CMC. 26638.jpeg

Novas instalações da Cena Lusófona em Coimbra: assinado o contrato com a CMC

A Cena Lusófona assinou na passada quarta-feira, 24 de Maio, um contrato de comodato com a Câmara Municipal de Coimbra, relativo à cedência das suas novas instalações, no Pátio da Inquisição, em Coimbra. O contrato é válido por 5 anos e visa a instalação da sede da Associação e a reabertura ao público do Centro de Documentação e Informação.

Vinte e um anos depois do protocolo que acompanhou a fundação da Cena Lusófona (e que previa, como única obrigação da Câmara de Coimbra, a "cedência de instalações condignas" para a sede da Associação), essa aspiração parece estar finalmente prestes a concretizar-se, ainda que parcialmente.
As instalações agora cedidas são parte da Ala Central do Antigo Colégio das Artes, no Centro Histórico de Coimbra, recentemente reabilitada pela Autarquia, com o financiamento do QREN, "para instalação da sede da Cena Lusófona - Associação Portuguesa para o Intercâmbio Teatral". O contrato agora assinado prevê apenas a cedência de uma parte das instalações intervencionadas, incluindo as salas de leitura e de tratamento de documentação do CDI e uma sala polivalente, onde terão lugar diversas iniciativas de formação e debate e poderão acontecer pequenos espectáculos. De fora ficaram, por agora, quatro salas destinadas a escritórios e uma sala de reuniões, que a Cena Lusófona espera poder vir a utilizar no futuro próximo.
A Cena Lusófona foi constituída como Associação Portuguesa para o Intercâmbio Teatral em 1996, um ano depois do arranque do projecto com o mesmo nome, a convite do Governo Português. Foi nessa altura que foi assinado, no Palácio Nacional da Ajuda, um protocolo entre o Ministério da Cultura, o Ministério dos Negócios Estrangeiros e a Autarquia, que oficializava a vinda da Cena Lusófona para Coimbra, garantia o financiamento do projecto e formalizava o compromisso da Câmara Municipal. Ao fim de cinco anos a trabalhar em instalações precárias cedidas pela CMC, a instituição foi forçada em 2001 a mudar-se para um espaço arrendado, a expensas próprias, que entretanto deixou de poder pagar e que acabaria por abandonar em Outubro do ano passado.

Um novo ciclo
A entrada nas novas instalações (que deverá acontecer em breve, na sequência da assinatura deste Contrato) permite o início de um novo ciclo no percurso da Cena Lusófona, que esta encara com expectativa e optimismo. No quadro do documento estratégico recentemente apresentado em Assembleia-Geral - "Cena Lusófona 2016-2020: um novo ciclo", a Associação está a procurar encontrar financiamentos para diversos projectos, que darão continuidade às principais linhas de trabalho que vêm sendo desenvolvidas desde 1996, nas diferentes e complementares áreas em que assenta o conceito de intercâmbio teatral perseguido pela Cena: formação, criação artística, edição, festivais, circulação de espectáculos, documentação e informação, entre outras.
No imediato, a Cena Lusófona aposta em dois projectos que apresentou à Direcção-Geral das Artes do Ministério da Cultura de Portugal, no âmbito dos concursos para Apoio Pontual (edição e programação) e na reabertura ao público, em Coimbra, do Centro de Documentação e Informação, que se singulariza no espaço da CPLP pela dimensão e consistência do seu acervo.

No capítulo da informação e da informação, o portal cenaberta online retoma este fim-de-semana a sua regularidade semanal e o seu papel de órgão informativo dedicado às artes cénicas dos países de língua portuguesa.


-- 

Cena Lusófona
Ala Central do Antigo Colégio das Artes

Pátio da Inquisição

3000-221 COIMBRA
PORTUGAL
+ 351 917 667 808 (Pedro Rodrigues)
www.cenalusofona.pt

 


Loading. Please wait...

Fotos popular