Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Conversa com intelectuais negras e negros da cidade de Salvador

27.10.2019
 
Conversa com intelectuais negras e negros da cidade de Salvador. 31994.jpeg

Conversa com intelectuais negras e negros da cidade de Salvador

Espaço de Humanidades Ossos 21 recebe o geógrafo Diosmar Filho e o espetáculo "Mariar" com as artistas Emillie Lapa e Natalyne Santos no mês de novembro

A saga construtiva do Espaço de Humanidades Ossos 21 permanece ativa e assume o compromisso de todo o primeiro sábado de cada mês realizar uma atividade cultural aberta ao público. Em novembro, no dia 02, as intelectualidades negras baianas que estarão presentes são o geógrafo Diosmar Filho, a multi artista Emilie Lapa e atriz e arte educadora Natalyne Santos. A atividade é gratuita com início previsto para às 17horas.

A proposta é a união de ideias e artes, pois acreditasse que a medida em que se constrói valores que humaniza um indivíduo a coletividade se fortalece. O formato foi pensado para que a/o convidada/o intelectual negra/o tenha as suas ideias cruzadas com uma apresentação cultural de uma/um artista ou coletivo de quaisquer linguagem que tenham afinidade. O ser intelectual aqui vai para além do acadêmico, é alguém reconhecida/o por formulações que impactam as bases da comunidade negra na política, religiosidade, comidas, artes, economia, tecnologia, ciências naturais e etc.

No mês de novembro, o geógrafo Diosmar Filho é o convidado da vez com um bate papo "Diálogo sobre Território e Corporeidade Negra", um diálogo sobre ser maioria negra num território onde à igualdade te coloca grilhões. Segundo Diosmar Filho "o século XXI nos coloca em movimento pela natureza da humanidade, nos aproxima dos territórios em sua pura afirmação corporal. A corporeidade um território em ruptura com presente que te nega, o passado que te reprimi, no futuro que liberta. Em nossa humanidade à descolonização pela "opacidade interna" de Fanon, emergindo na "Amefricanidade" de Lélia Gonzáles". Diosmar Filho também é autor do livro "A Geopolítica do Estado e o Território Quilombola no século XXI", lançado em 2018, pela editora Paco Editorial.

Para alinhar ideais e artes, as artistas Emillie Lapa e Natalyne Santos apresentaram o espetáculo-poético-musicado Mariar: Um mar de Poesias, traz em sua essência histórias que se passam no manguezal, vivenciadas por mulheres negras, marisqueiras que tem o mangue como meio de subsistência - trabalho e lazer. O casamento da música com o teatro e a poesia e a força da ancestralidade negra traduzida na história oral. O espetáculo além de entreter, tem uma grande responsabilidade sócio/educacional/ambiental. De uma forma poética alcança pessoas de todas as idades, com sua dinâmica e sua diversidade rítmica, que inclui ritmos afro-brasileiros.

Sobre o Espaço de Humanidades Ossos 21: Existe há 27 anos e nasceu itinerante, com o objetivo de colaborar na preparação da juventude negra e de pessoas de baixa renda para seu ingresso na Escola Técnica Federal da Bahia. Da Escola, são oriundos seus idealizadores, professor Juraci Tavares e professora Elizabeth Tavares. O casal destinou uma casa exclusivamente à sua missão sócio-cultural. Situada na rua dos Ossos, número 21, o espaço tem inserido novas atividades em sua programação, tais como iniciação musical e yoga, além de ensaios para espetáculos culturais. As aulas preparatórias continuam, porém, agora, voltadas para o Instituto Federal da Bahia e universidades públicas.

A antiga sede, situada no bairro do Santo Antônio Além do Carmo, passou por uma reforma no início de 2019. A reestruturação de seu espaço físico possibilita que novas ações se somem às já tradicionais. Segundo o professor Juraci Tavares, "o tempo circular permite uma construção interna e indivisível. Ancestralidade e contemporaneidade são momentos unos".

Desta forma, o projeto Espaço de Humanidades Ossos 21 tem como motivo gerador e objetivo central fomentar o desenvolvimento humano por meio da educação, cultura e arte enquanto instrumentos mediadores de trocas de saberes. Sua extensa agenda para 2019/2020 inclui as conversas com intelectuais negros e negras, parceiros e parceiras de diferentes matizes da cidade, com disposição para desenvolver atividades culturais, oficinas, debates sobre literatura.

SERVIÇO

O Quê: Conversa com intelectuais negras e negros da cidade de Salvador - Espaço de Humanidades Ossos 21 recebe o geógrafo Diosmar Filho e o espetáculo "Mariar" com

as artistas Emillie Lapa e Natalyne Santos no mês de novembro

Quando: 02.11.2019 (sábado)

Horário: 17horas

Local: Rua dos Ossos, 21, no bairro Santo Antônio Além do Carmo, em Salvador - Bahia.

Entrada: franca 


Fotos popular