Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Nacionalismo de Getúlio Vargas

26.08.2008
 
Nacionalismo de Getúlio Vargas

por Fahed Daher


O suicídio de Getúlio Vargas foi a 24 de agosto de 1954. No mesmo mês, em 1.961, renúncia de Jânio Quadros. 22 de agosto de 1976 a morte de Juscelino No Governo de Getúlio o problema da dívida externa já era doença crônica e um dos fatores de dificuldade para normalizar a política social.


Num país, num governo herdado sem produção ou sem produção competitiva e sem campo de pesquisas que pudessem criar tecnologia própria se via obrigado a pagar dividendos para empresas internacionais, detentoras de tecnologia própria, inclusive porque, pelos interesses de governos anteriores a Getúlio, nunca se fez estímulo para o desenvolvimento científico, ficando nossas escolas nos cursos de humanidades e literatura. As universidades que deveriam ser campos de intelectualidade e pesquisas, começaram a surgir apenas em 1.913 em Curitiba com a universidade do Paraná que não recebeu apoio federal.

O maior desenvolvimento das universidades se deu apenas com o governo de Getúlio Vargas, assessorado pelo ministro da educação, Gustavo Capanema.

Quando da revolução de 1.930 a dívida externa era um dos fatores asfixiantes e para ela Getúlio decretou a moratória, declarando: “Não negamos nossos compromissos, desejamos tempo para solucionar nossas dificuldades.”

Eram grandes as preocupações, do governo de Getúlio, como modificação da política do café e do regime cambial. Codificação do direito nacional e reforma do judiciário.Caminho para o oeste.Melhoria do sistema de saúde e da educação, alimentação. Índice técnico. Comércio exterior. Re - equipamento das forças armadas. Salário mínimo e segurança do trabalho. Moradias e tantos temas neste período getuliano, numa voragem como se o dia de amanhã já tivesse chegado ao fim, enfrentando interesses contrários de “coronéis,” chefes políticos, alem das pressões do capital externo.

A vida de Getúlio era no seu escritório, ora planejando e mentalizando, ora em reuniões com ministros e embaixadores.

Primava pelo nacionalismo que, com restrição à dominação do capital estrangeiro dava prestigio ao desenvolvimento da produção e do capital nacional, assim conseguindo desenvolvimento das iniciativas nacionais sobre as estrangeiras.

Alem desses aspectos Getúlio partiu para a encampação de empresas estrangeiras em território nacional,como a “Port of Pará and Amazon River,” que explorava a navegação no Rio Amazonas. A ”Brasil Railwey Company.” .A “ Cia Française du Port du Rio Amazonas.” A” Brasil Railwey Company.” .A “ Cia Française du Port du Rio Grande.” A” Cia. Auxiliare du Chamin de Fer du |Brasil.”. A “ Empresa de Borracha , Colonização, Papel” A “F.F. Mogiana.” A “ Estrada de Ferro Norte do Paraná.”.

Empresas instaladas no início do século e não cumprindo suas finalidades, recebendo regalias financeiras e fretes aleatoriamente. Reagiu e conduziu à diminuição das explorações para encaminhar para a normalização nacional.

Até 1932 o Brasil não tendo agências bancárias no exterior o controle cambial era feito pelos bancos estrangeiros.

Também grande parte dos depósitos populares eram recebidos pelos bancos americanos, ingleses, franceses que não tinham capital nacional e o que apresentavam de capital eram os das matrizes no exterior, alem de estarem encarregadas de receber os depósitos das cambiais de importação e exportação.

A constituição de 1.937 determinou: “só poderão funcionar no Brasil os bancos de depósitos e as companhias de seguros quando brasileiros seus acionistas.” Em 04 de abril de 1939 aprovou a criação do Instituto de Resseguros do Brasil.

Um dos fatores que acirraram as oposições ao seu segundo governo foi a criação da Petrobrás e o fato de ter tido a intenção de nacionalizar os bancos estrangeiros, controlar a remessa de lucros e criar o imposto de rendas sobre lucros extraordinários.

Quando Getúlio saiu do primeiro período de governo em 1945, não havia dívida externa, mas crédito internacional brasileiro.

Faz diferença a política de Getúlio Vargas com a política que se desenvolve desde 1964 e com a política de FHC que encaminhou toda a econômica brasileira para a internacionalização das empresas e dos meios financeiros.

Faz diferença com o que hoje se discute para entregar à exploração de capitalistas estrangeiro as terras onde a geologia definiu, cientificamente, terras sedimentares, em cujo subsolo estão jazidas de petróleo, entregando mais uma parcela da soberania brasileira já abalada.

Dr. Fahed Daher - Médico - Apucarana

ddaher@net21.com.br
Pres. Da Academia de Letras Artes e Ciências Centro Norte do Paraná
Academia de Letras de Londrina

http://www.guiasaojose.com.br/novo/coluna/index_novo.asp?id=1473


Loading. Please wait...

Fotos popular