Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Vampiro bebe sangue na prisão do Linhó

26.07.2006
 
Vampiro bebe sangue na prisão do Linhó

No estabelecimento prisional do Linhó nos arrededores de Sintra em Portugal, um recluso matou dois presos internados nos serviços clínicos e simulou os respectivos suicídios.

Tudo terá sido por causa do sangue das vítimas. A Polícia Judiciaria descobriu que o homicida bebeu sangue de uma vítima e esfregou-se com a sangue da outra.

 Segundo Correio de manhã este recluso chama-se Bruno Gaspar, tem 21 anos, cumpria pena de 14 anos por homicídio. A discussão com dois conhecidos a porta de um bar, em Ponta Delgada , nos Açores , acabou en maio de 2004 a facada.

Ele já foi ouvido pela Policia Judiciária e está agora internado na ala de psiquiatria do Hospital Prisional de Caxias.

O criminoso já terá confessado que «veio ao mundo para matar sete pessoas». Duas já tinha assassinado antes de ser preso outras duas foram mortas no interior do estabelecimento prisional.

Na lista das pessoas a eliminar estavam mais três vítimas. Um recluso já estava assinalado, assim como, um profissional de saúde do estabelecimento e uma terceira pessoa.


O psicopata simulava os suicídios das vítimas, que terão sido mortas nos dias 16 de Junho e 3 de Julho, por estrangulamento. «Ambos os crimes foram praticados nas casas de banho e davam ideia de que se trataria de suicídios. Os corpos foram encontrados de manhã», explica uma fonte prisional.


Loading. Please wait...

Fotos popular