Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Dia Mundial do Teatro comemora-se no dia 27

26.03.2009
 
Dia Mundial do Teatro comemora-se no dia 27

Estudo de Vera Borges revela que o número de diplomados das escolas de teatro aumenta - O objectivo deste novo estudo é saber quem são e o que fazem os artistas portugueses nas áreas do teatro, dança e música e o impacto da sua formação inicial na inserção e no início das suas carreiras.

Mais de metade dos inquiridos tem curso superior em teatro

Grande parte dos licenciados dedica-se a esta profissão a tempo inteiro

A ineficácia das políticas culturais públicas é vista como o aspecto mais problemático da profissão de actor

O que mais agrada aos inquiridos é a possibilidade de criar um espectáculo e desenvolver uma ideia

Estes são alguns dos resultados preliminares do projecto de pós-doutoramento “Vivendo e trabalhando como artista: retrato dos actores e encenadores” que a investigadora do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-UL), Vera Borges, vai concluir até ao final deste ano.

O objectivo deste novo estudo é saber quem são e o que fazem os artistas portugueses nas áreas do teatro, dança e música e o impacto da sua formação inicial na inserção e no início das suas carreiras.

Uma das conclusões mais interessantes deste estudo diz respeito à evolução que se verifica a nível da formação dos actores, com o número de diplomados a registar um aumento. 53% dos inquiridos concluíram um curso superior em teatro e 23% destes continuam este tipo de formação superior através da realização de um mestrado ou doutoramento. No entanto, não se verificam, para já, diferenças assinaláveis nos rendimentos e integração profissional dos actores com formação superior quando comparados com o restante universo.

Para os inquiridos em geral, os aspectos mais problemáticos da profissão de actor são: a ineficácia das políticas culturais públicas para o sector (81%), a inexistência de um subsídio para cobrir o tempo de não trabalho (79%); a precariedade dos contratos de trabalho (74%) e a inexistência de uma carteira profissional que permita regular a entrada de novos profissionais (68%).

No exercício da sua profissão, aquilo que mais agrada aos inquiridos é a possibilidade de criar um espectáculo e desenvolver uma ideia (90%); evoluir pessoalmente (83%) e trabalhar com diferentes encenadores /directores (78%).

A estrutura do inquérito desenvolvido por Vera Borges organiza-se em torno das seguintes dimensões: início da carreira (idade, o primeiro contrato, a formação geral e a formação específica, a importância da escola e da formação contínua, workshops, etc.); a evolução do percurso profissional do artista (contratos, rendimentos, tempos de trabalho em diferentes sectores de actividade, vantagens e desvantagens da profissão); situação profissional actual e dados extra-profissionais (mobilidade geográfica, profissão dos pais e acompanhantes, etc.).

Ciclo de conferências sobre artistas

A investigadora Vera Borges e Pedro Costa do DINÂMIA (Centro de Estudos sobre a Mudança Socioeconómica) co-organizam, este ano, um ciclo de conferências intitulado Artistas e trabalhadores culturais: carreiras e mercados de trabalho. No ISCTE, em Lisboa, estarão reputados sociólogos e economistas da arte e da cultura para reflectir sobre esta temática: Tyler Cowen (15 de Abril); David Thorosby (1 de Julho); Pierre-Michel Menger (17 de Setembro); Françoise Benhamou (Novembro).

Vera Borges é doutorada em Sociologia da Arte e da Cultura pela École des Hautes Études en Sciences Sociales e Universidade Nova de Lisboa. Publicou Todos ao Palco! Estudos sociológicos sobre o teatro em Portugal (Celta Editora, 2001), O Mundo do Teatro em Portugal (ICS, 2007), Teatro, Prazer e Risco (Roma Editora, 2008), Les commédiens et les troupes de théâtre au Portugal (Harmattan, 2009). Com Manuel Villaverde Cabral publicará A Arquitectura como profissão e vocação (no prelo). Actualmente, lecciona, como investigadora convidada, a cadeira de Sociologia das Artes do Espectáculo, na Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa.

Imago


Loading. Please wait...

Fotos popular