Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Dia Internacional da Literacia

23.09.2016
 
Dia Internacional da Literacia. 25142.jpeg

A Djembe Communications celebra o Dia Internacional da Literacia com um debate online sobre modelos avançadas de educação em África  

Os promotores da Educação e da Literacia irão lançar uma luz sobre modelos e soluções que funcionem para África  

20  de  Setembro de  2016 |  Luanda,  Angola:  Grande parte das nações africanas continuam a focar a sua atenção em investimentos na área de infraestruturas para a diversificação económica e criação de emprego. No entanto, as lacunas persistem no sector da educação. À luz do Dia Internacional da Literacia, a consultora de comunicação pan Africana, Djembe Communications, irá organizar um debate online subordinado ao tema "A Educação Made in África" no dia 26 de Setembro de 2016 as 16:30 GMT. A transmissão online irá focar os desafios e iniquidades no sistema actual de educação, bem como avançar soluções africanas especificas para melhorar os índices de literacia em todo o continente.  

O debate contará com a presença de pessoas inovadoras e influentes na esfera da Educação em África, incluindo:  

 

  • Naomi Lucas,Fundadora e CEOdaGraduatePRO,e autora doAfrica's Biggest Book Project
  • AnneEbosoOkongo, Reading Revolutionary& Mandela Washington Fellow
  • EugeniaTachie-Menson,Fundadora da FundaçãoYoung Educators
  • Obinwanne Okeke, FundadordaLiteracy ÁfricaInternational
  • Elodie de Warlincourt, Director da Fundação Africana de Inovação

 

Nicole Anwer,  Directora regional da  Djembe Communications, refere: "Com o aumento da classe média, muitas nações africanas têm visto aumentar a demanda por uma educação com mais qualidade. Existe ainda um movimento crescente de inovadores e líderes de opinião na área de educação que clamam por modelos de educação mais inclusivos para facilitar o impacto do desenvolvimento social e acelerar a diversificação económica e a criação de emprego. O nosso debate visa juntar essas vozes colectivas para encontrar soluções africanas especificas para  colmatar as lacunas existentes".  

Um estudo de 2015 conduzido pela Djembe, em parceria com a Forbes Insights, constatou que muitos africanos na faixa etária entre os 16 e 40 anos olham para a educação como a chave para a criação de emprego por via do empreendedorismo. Perto de 27% de 4000 inquiridos de Angola, Gana, Moçambique e Nigéria citaram o sistema inadequado de educação e a falta de acesso a competências como os maiores obstáculos ao fomento do empreendedorismo na região subsaariana. 

Num continente com a diversidade de África, onde os modelos de educação variam de nação para nação, os oradores irão discutir o papel do sector privado na redução das disparidades da alfabetização, para além de desafiar a relevância do modelo de educação ocidental actualmente adoptado na maior parte dos sistemas. O debate irá destacar o papel da tecnologia no aumento do índice de literacia e os mecanismos para fortalecer a qualidade da educação nas escolas públicas.  

O debate terá lugar em parceria com a African Innovation Foundation, que é focada em descobrir o potencial africano através da inovação, com a Real Livin Films, uma empresa conhecida por produzir filmes universais a partir de uma perspectiva Africana, com o Maasai Girls Education Fund, focado na educação das raparigas maasai no Quénia, e com o Kakenya Center of Excellence in Kenya. 

Para participar no debate gratuito clique às 16:30 GMT | Angola - 17:30 | Gana - 16:30 | Marrocos - 16:30 | Moçambique - 18:30 | Nigéria - 17:30 

Sobre a  Djembe Communications 

Com a designação de um tambor típico da África ocidental, a Djembe Communications é uma consultora de comunicação pan africana e independente com a missão de se tornar o seu parceiro de Excelência em Comunicação em África através da combinação de Expertise global, capacidades de mercado local e soluções personalizadas para prover os melhores serviços aos clientes.  

 

Djembe compreende uma rede internacional com presença em mercados locais em Angola, Gana, Marrocos, Moçambique, Nigéria, suíça, Reino Unido, EAU e EUA. A continua expansão da consultora  é devida ao sucesso destacável adquirido em ano e meio através do reconhecimento e demonstração de suas  capacidades de liderança pela industria. Na primeira metade de 2015, a Djembe recebeu um prémio de excelência PRSA Silver Anvil pela consultoria prestada no programa de gestão de reputação para o Fundo Soberano de Angola (FSDEA), no valor de 5 biliões de dólares. A Djembe foi ainda finalista para o relatório Holmes EMEA na categoria de Nova Agência do Ano, prémio SABRE EMEA Gold, e o prémio IPRA Golden World, o que tornou o ano de 2015 o ano de lançamento da jovem consultora pan africana.  

 

 


Loading. Please wait...

Fotos popular