Pravda.ru

Sociedade » Cultura

3ª Mostra de Cinema Brasileiro em São Petersburgo começa amanhã, 17 de outubro

17.10.2013
 
3ª Mostra de Cinema Brasileiro em São Petersburgo  começa amanhã, 17 de outubro. 19009.jpeg

Em parceria com a Embaixada do Brasil na Rússia, Linhas Produções Culturais  leva a produção cinematográfica brasileira para São Petersburgo

São Paulo, outubro de 2013 - Depois do sucesso em Moscou, a Mostra de Cinema Brasileiro chega a São Petersburgo amanhã, quinta-feira, dia 17 de outubro, no cinema Rodinakino e segue até o dia 20 de outubro. A abertura será com o filme Gonzaga - de pai pra filho, do diretor Breno Silveira. A Linhas Produções Culturais, em parceria com a Embaixada do Brasil em Moscou e o Departamento Cultural do Ministério das Relações Exteriores, realiza a Mostra de Cinema Brasileiro pela sexta vez em Moscou e pela terceira em São Petersburgo.

A Mostra de Cinema Brasileiro em São Petersburgo exibirá oito produções brasileiras, lançadas recentemente no país. Além de Gonzaga - de pai pra filho, filme que conta a vida de um dos ícones da música brasileira, o rei do baião, Luiz Gonzaga, a curadoria selecionou também filmes premiados e comédias que encheram as salas dos cinemas no Brasil. O drama O Som ao redor, do pernambucano Kleber Mendonça Filho, já participou de dezenas de festivais pelo mundo e foi indicado pelo Brasil a concorrer como Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2014. As comédias Vendo ou alugo, Até que a sorte nos separe e De pernas pro ar 2 também estão na programação, além dos dramas À beira do caminho e Paraísos artificiais. Pela primeira vez, a Mostra de Cinema Brasileiro na Rússia leva uma animação brasileira que ganhou destaque internacional, com o Prêmio Cristal de Annecy, considerado um dos principais do mundo na categoria: Uma história de amor e fúria, de Luiz Bolognesi.

O projeto integra esforços da iniciativa privada e do poder público e tem como objetivo disseminar a cultura brasileira na Rússia, apresentando produções cinematográficas contemporâneas. "O cinema brasileiro vive um momento muito aquecido. Temos quantidade e qualidade para levar ao mundo. Apenas em Moscou, já são mais de sessenta filmes nesses seis anos. O público russo sempre foi muito receptivo. Prova disso é que a Mostra está mais que consolidada no calendário cultural das cidades russas. O público já espera todo o ano pelas novidades", afirma a curadora da Mostra de Cinema Brasileiro na Rússia, Fernanda Bulhões, sócia da Linhas Produções Culturais. 

A opinião é compartilhada por Igor Germano, responsável pela área cultural da Embaixada do Brasil em Moscou. "A qualidade e a diversidade de gêneros do cinema brasileiro contemporâneo já chamam atenção de todo o mundo, e aqui na Rússia não poderia ser diferente. Nossos filmes são reconhecidos e premiados internacionalmente, e nossos principais artistas e diretores também alçaram voos altos nos últimos anos e passaram a participar das principais produções  do cinema mundial. O sucesso na Rússia - o que pode ser constatado com a sexta edição consecutiva da Mostra - é também uma prova desse reconhecimento", afirma.

Uma das novidades para esta edição é a exposição de fotos da revista Placar, da Editora Abril, principal publicação esportiva do país. Depois de exibida no hall principal da sala 35 mm, em Moscou, ela segue para o Rodinakino, em São Petersburgo.  Foram selecionadas 20 fotos da história de mais de 40 anos da revista, com foco nas copas e na paixão do brasileiro pelo futebol, além de algumas imagens inusitadas. Também fazem parte imagens de encontros entre os dois países e craques do Brasil que se consagraram em times russos.

Após as exibições dos filmes, assim como nas edições anteriores, estão programadas sessões de debates entre o público e artistas brasileiros. Já participaram do evento personalidades como os diretores Eduardo Coutinho, Luiz Villaça, Henrique Goldman, Beto Brant e Sandra Kogut, os atores Vinícius de Oliveira, André Abujamra e Dan Stulbach e as atrizes Bruna Lombardi, Denise Fraga e Letícia Sabatella. No ano passado, André Ristum, diretor de Meu País, e a atriz e cantora Stephanie de Jongh participaram da Mostra e visitaram a Rússia pela primeira vez.

Confira a programação no cinema Rodinakino:

Quinta-feira, dia 17 de outubro

19h - Gonzaga, de pai pra filho, de Breno Silveira

21h - À Beira do Caminho, de Breno Silveira

Sexta-feira, dia 18 de outubro

19h - Paraísos Artificiais, de Marcos Prado

21h - Até que a Sorte nos Separe, de Roberto Santucci

Sábado, dia 19 de outubro 

17h - Uma História de Amor e Fúria, de Luiz Bolognesi

19h - De Pernas para o ar 2, de Roberto Santucci

Domingo, dia 20 de outubro

17h - Vendo ou Alugo, de Betsé de Paula

19h - O Som ao Redor, de Kleber Mendonça

 

Linhas Comunicação

www.linhascomunicacao.com.br

 


Loading. Please wait...

Fotos popular