Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Guppy, a maravilha das águas

15.07.2006
 
Guppy, a maravilha das águas

Comecei a me interessar por peixes em 1969 quando pegava os barrigudinhos (guppy na forma selvagem ) do rio Tiête- velho em São Paulo. Criava em pequenos potes e panelas velhas com as plantas chamadas de alface de superfície, me interessei pelos Lebistes e por vários anos, os criei, profissionalmente, parei por seis anos até que entrei em um site na internet e deparei-me com um peixe lindo que chamei "GUPPY A MARAVILHA DAS ÁGUAS", procurando pelo nome verifiquei tratar-se da linhagem MOSCOW.

Entusiasmado retornei com força em meados de 2004, passando a pesquisar e estudar através de sites brasileiros e internacionais. Foram meses de pesquisas pela internet lendo os artigos de diversos criadores, copiando e imprimindo 5.000 artigos e matérias, além de fotos e conversas telefônicas com os principais criadores do Brasil.

Associei-me na CCG –Clube dos Criadores de Guppy do Brasil e comecei a trabalhar na abertura do site e criação do Laboratório Guppy Brasilia. Adquiri Guppys de qualidade dos principais criadores do Brasil , principalmente MOSCOWS filhos e netos de campeões dos torneios Brasileiros e alguns importados. Um dos objetivos é de levar até as pessoas, um pouco das minhas experiências e ajudar a popularizar este maravilhoso Hobby, e o outro é trocar informações relativas à criação, seleção, manejo e cruzamentos, genética que aprendi durante esses anos e vivenciadas nas minhas estufas e agora no meu laboratório, e ainda continuo aprendendo sempre realizando os experimentos em busca da qualidade. Afinal de contas “ Na vida estaremos sempre aprendendo e repassando aos interessados até o final de nossos dias e se valeu , estará disponível às novas gerações” .

Meu retorno à criação de Guppy se deu ao acessar uma página web na internet e deparar com maravilha do guppy Moscow: sua coloração, postura e tamanho.

A descoberta segundo se diz, ocorreu na Rússia, no século passado, onde suas características foram fixadas, e tento surgido através de experimentos com snakeskin.

Os criadores de Guppy da Alemanha adquiriram o guppy Moscow e em laboratórios trabalharam no seu melhoramento genético que posteriormente foram enviados para o Japão onde está sendo objeto de aperfeiçoamento. Já se fala em Moscow full red e Moscow full black, embora ainda não tenha visto nada a respeito que confirmasse a fixação dessa linhagem e veracidade das informações.

Basicamente, o guppy Moscow é encontrado em algumas variações de cor e tonalidade, principalmente a chamada blue, green e purple. Os genes responsáveis pela cores dão ao guppy Moscow uma coloração sólida, desde o início de sua cabeça até a ponta da cauda, de forma metalizada aveludado e intensidades variadas.

As fêmeas possuem geralmente a cauda em formado arredondado e tem bastante cor, nas barbatanas caudais e dorsais. Normalmente as fêmeas e os machos são bastante férteis e produtivas, com algumas exceções.

Comem de quase tudo que lhes é oferecido e adoram patê de gordon, artêmias vivas, microvermes ,equitreias, artêmias congeladas, raspa de coração de boi, coração de galinha, de carne magra sem nervos e farinha de peixe e farinha de camarão, farinha de minhoca etc.

Normalmente o crescimento e o aparecimento das cores são rápidos, o que facilita de sobremaneira a separação e seleção dos mesmos.

Em via de regra as primeiras procriações costumam ser menores de 08 a 25 alevinos em média. Evidentemente têm outros fatores envolvidos, tais como a qualidade da alimentação, o tamanho da fêmea, se é virgem ou não, tempo de cruzamento, tamanho do ambiente, carga genética etc etc.

Observa-se ainda, que de um mesmo casal de Moscow ( blue , green e purple ), podem nascer filhotes nas cor blue, green , purple ou dourados.O gene responsável pelas cores blue, green , purple e dourado estão presentes nos Moscows, em maior ou menor proporção de acordo com a cor básica que estejamos nos referindo.

A genética do Guppy de forma geral é complexa, pois tem infinitas misturas de genes que pode ser ou não contributivas para os aprimoramentos das linhagens, ou regressão se o manejo e estratégica genética forem executados de maneira incorreta.

“A participação e a união dos criadores experientes ou não, é de grande importância para divulgação do referido “hobby” com a troca de experiências. De certo o referido hobby se popularizará como em outros países e teremos um maior número de Guppy Breeder.“ com isso aumentará a participação e “show guppies”, que no Brasil vem se solidificando através de grupos e pessoas que amam o hobby e se empenham no fortalecimento do mesmo.

AugustoR.Ewald

Augusto Rocha Ewald (1949), é natural de Vitoria (E. S.), é Engenheiro Civil, com especialidade em estruturas, e formado em Matemática e Ciências Físicas e Biológicas.

Mais informações no site: www.guppybrasilia.com.br

Contato: ewald@brturbo.com.br


Loading. Please wait...

Fotos popular