Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Vídeo-reportagem sobre educomunicação ganha prêmio Expocom

15.05.2008
 
Vídeo-reportagem sobre educomunicação ganha prêmio Expocom

A vídeo-reportagem “Por dentro de uma oficina de vídeo”, de Maurício Oliveira, jornalista recém-formado pela Faculdade de Comunicação Social do Centro Universitário Monte Serrat (Unimonte), de Santos-SP, foi classificada em primeiro lugar na categoria Jornalismo Audiovisual da região Sudeste do Prêmio Expocom (Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação) do Intercom 2008 (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares de Comunicação), disputado dia 8 de maio de 2008, na Universidade Mackenzie, em São Paulo.

De acordo com Oliveira, a experiência de exibir um documentário no auditório da Mackenzie foi única em sua carreira até agora. “O importante foi representar a minha turma e a Faculdade e mostrar a uma banca de renomados professores a qualidade do nosso jornalismo”, disse. “Aos colegas, tive a chance de apresentar um jornalismo com a educação e o adolescente em pauta”, diz.

“O vídeo é sobre oficinas teóricas e práticas de audiovisual que se propõem a produzir filmes de curta-metragem e documentários em formato digital, procurando resgatar e suscitar interesse pela história e cultura local”, explica o autor. Segundo ele, outro objetivo foi mostrar que, com poucos recursos, é possível concluir uma ação de ingresso no mundo científico. “O documentário procura mostrar que jovens hoje sem recursos e perspectivas podem ter acesso à tecnologia do cinema digital”, diz.

Proprietário do Grupo Mundo Cultural, uma produtora de vídeo-reportagens e vídeo-documentários, Oliveira diz ainda que, com o seu trabalho, tentou mostrar “como a educomunicação audiovisual pode formar olhares adolescentes menos alienados pela televisão, tornando-os mais críticos e objetivos na busca do conhecimento científico”.

Mostrar como funciona uma oficina de vídeo por detrás das câmeras foi o objetivo do vídeo-documentário produzido pelo jornalista Maurício Oliveira, que teve a orientação da jornalista e professora Cristianne Leite, da disciplina Telejornalismo, e do professor e jornalista Adelto Gonçalves, doutor em Letras pela Universidade de São Paulo (USP).

Para fazer o trabalho, Oliveira desenvolveu um projeto de pesquisa e acompanhou produtores, instrutores, cinegrafistas, editores e todos os que cooperam no trabalho das oficinas de vídeo Querô e nas oficinas Kinoforum, registrando tudo com uma câmera digital.

As oficinas Querô, que levam o título do filme de longa-metragem dirigido por Carlos Cortez e baseado em livro do teatrólogo Plínio Marcos (1935-1999), são o resultado de um processo que surgiu na preparação do elenco com 40 jovens das comunidades carentes e periféricas da Baixada Santista. Já as oficinas Kinoforum estão em atividade desde 2001 e trabalharam a temática do cinema com mais de 600 jovens em diversas regiões do Estado de São Paulo, inclusive em Santos.

A coordenadora do curso de Jornalismo da Unimonte, professora Arylce Tomaz, destacou que a Faculdade de Comunicação Social foi a única escola de comunicação da região Sudeste que obteve três primeiros lugares no Intercom 2008, “o mais importante evento de estudos da comunicação do Brasil”. Segundo ela, os seus alunos competiram com os melhores estudantes das melhores faculdades da região mais importante do País e obtiveram a primeira colocação. “Isso é só para os bons”, ressaltou.

Adelto Gonçalves


Loading. Please wait...

Fotos popular