Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Coartem: novo medicamento contra a malária simples

11.07.2006
 
Coartem: novo medicamento contra a malária simples

O Coartem, uma nova combinação terapêutica para o tratamento da malária simples, é testado em 18 unidades de saude  da província angolana  de Luanda  , anunciou ontem, quinta-feira, a agência de notícias Angop, citando fonte ligada à Organização Mundial de Saúde (OMS).
 
O medicamento não está disponível em farmácias, uma vez que o seu uso foi restringido a mulheres grávidas e crianças que acorrem aos centros onde foi introduzido.

Só nas unidades sanitárias periféricas de Luanda registam-se anualmente cerca de 500 mil casos de malária, refere a agência.

A OMS estima ainda que, todos os anos, dos 50 milhões de mulheres grávidas dos países endemicamente afectados pela malária, morram 10 mil. O número de crianças vítimas desta doença pode ascender a 200 mil. No total, a malária mata mais de 100 mil pessoas todos os anos, lê-se no «site» da organização.

O Coartem foi lançado em Abril passado, durante as comemorações do Dia Africano da Malária e insere-se no plano nacional de combate à malária, implementado com a assistência da OMS.

Até ao passado mês de Junho, o organismo internacional para a saúde instruiu 267 técnicos no uso da nova substância, noticia a Angop. Além de Luanda, a nova política terapêutica está a ser implementada em Benguela, Huambo e Uíge, seguindo-se o Kwanza Sul e Bengo.

 O programa para a redução da malária inclui ainda o tratamento preventivo intermitente de mulheres grávidas, o uso de redes mosquiteiras, a pulverização intra-domiciliar e o reforço das campanhas de educação para a saúde.


Loading. Please wait...

Fotos popular