Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Brilhante análise da "ajuda militar" dos EUA à URSS

11.05.2016
 
Brilhante análise da

Brilhante análise da "ajuda militar" dos EUA à URSS

No brilhante artigo "A economia de guerra dos EUA e a ajuda militar para a União Soviética", o site Dinâmica Global faz uma análise profunda da ajuda militar dos Estados Unidos da América à União Soviética. Mas qual foi a importância desta ajuda e quanto material foi entregue?

A Segunda Guerra Mundial de Roosevelt e a Lei Lend-Lease: Economia de Guerra dos EUA e a "ajuda militar" para a União Soviética.

A Lei Lend-Lease (condecer-empréstimo), ou "Um Ato para Promover a Defesa dos Estados Unidos," que foi assinado pelo presidente Roosevelt em 11 de Março de 1941, deu ao presidente dos Estados Unidos o direito "de vender, transferir o título para, trocar, arrendar, emprestar, ou de outra maneira prover ... qualquer artigo de defesa... ...para o governo de qualquer país cuja defesa o Presidente considera vital à defesa dos Estados Unidos. O termo "qualquer artigo de defesa" foi entendido como armas, equipamento militar, munições, matérias-primas estratégicas, munição, alimentos e bens civis exigidos pelas forças do exército e de defesa do território, bem como qualquer informação de importância militar.

A estrutura da Lei de Empréstimo e Arrendamento continha exigências à nação destinatária para cumprir uma série de condições:

1) O pagamento não é necessário para quaisquer dos itens que são perdidos ou destruídos durante as hostilidades, mas qualquer propriedade que sobrevive e é adequado para uso civil devem ser pagos na totalidade ou em parte, como o reembolso de um empréstimo de longo prazo concedido pelos EUA

2) Artigos militares que estão sendo armazenados nos países beneficiários podem permanecer lá até que os EUA exija seu retorno.

3) Por sua vez, todos os arrendamentos devem ajudar os Estados Unidos que usam todos os recursos e informação na sua posse.

A Lei Lend-Lease exigiu dos países solicitando assistência americana o fornecimento aos EUA de um relatório financeiro exaustivo. O secretário do Tesouro dos EUA, Henry Morgenthau, Jr. foi correto ao reconhecer essa exigência como algo sem precedentes nos assuntos mundiais, alegando durante uma audiência do Comitê do Senado que, pela primeira vez na história, um estado e um governo fornecia voluntariamente informações a outro sobre a sua própria posição financeira.

Com a ajuda da Lei de Empréstimo e Arrendamento (Lend-Lease), o governo do presidente Roosevelt preparou a abordagem de uma série de questões urgentes, tanto estrangeiras como nacionais. Em primeiro lugar, o seu suporte tornaria possível a criação de novos postos de trabalho nos EUA, que ainda não tinha totalmente emergido da crise econômica extrema de 1929-1933. Em segundo lugar, a Lei Lend-Lease tornou possível ao governo americano exercer um certo grau de influência sobre os países a fim de receber a assistência de empréstimos e arrendamentos. E em terceiro lugar, enviando aos seus aliados armas, mercadorias e matérias-primas, mas não botas no chão, o presidente Roosevelt foi capaz de permanecer fiel à sua promessa de campanha, no qual ele prometeu: "Seus meninos não vão ser enviados em quaisquer guerras estrangeiras ".

Ler na íntegra

 


Loading. Please wait...

Fotos popular