Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Escola integral melhora desempenho de alunos

10.10.2012
 
Escola integral melhora desempenho de alunos. 17384.jpeg

Escolas do Programa Mais Educação (PME), com todos os estudantes matriculados no regime de tempo integral, apresentaram evolução de desempenho na Prova Brasil, segundo estudo da Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação. As médias em português dos estudantes do quinto ano das escolas do PME com 100% das matrículas em tempo integral passaram de 164,19, em 2007, para 182,81, em 2011. Em matemática, foram de 180,71 para 201,87 no mesmo período. Nesse mesmo espaço de tempo, os estudantes do nono ano passaram de 227,31 para 238,62 em português e de 236,03 para 244,13 em matemática. 

O PME foi criado em 2007 para atender, inicialmente, 1.380 escolas que apresentavam os piores resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e eram consideradas em situação de vulnerabilidade. 

Ao integrar o Plano Brasil Sem Miséria lançado em junho de 2011 pelo governo federal - o programa chega a 32 mil escolas neste ano. Para os próximos anos, a perspectiva é de ampliação. "A meta é atender 60 mil escolas em 2014", diz a diretoria de currículos e educação integral da SEB, Jaqueline Moll. O orçamento é de R$ 1,5 bilhão, oriundos do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e do Plano Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Médias - No estudo, a SEB selecionou as médias de três grupos de escolas: as do PME em que todos os alunos estudam em tempo integral, todas as escolas vinculadas ao PME e escolas públicas do Brasil. A partir daí, foi feita a comparação da evolução do rendimento, por grupo, nas áreas de língua portuguesa e matemática nas edições da Prova Brasil de 2007, 2009 e 2011.

Em língua portuguesa, a diferença entre a média nas escolas do PME 100% integral e de todas as escolas públicas do Brasil, para estudantes do quinto ano, diminuiu de 7,21 pontos em 2007, para 2,68 em 2012. As médias em matemática dos estudantes do nono ano do ensino básico de escolas do PME 100% integral, que eram 4,53 pontos inferiores à média nacional em 2007, em 2011 foram 1,1 ponto superiores.

O número de escolas com 100% das matrículas em tempo integral aumentou 178,9% - de 161 unidades, em 2010, para 449, em 2011. O total de estudantes atendidos nessas escolas passou de 59.274 para 132.706 no mesmo período, o que significa aumento de 123,9%. 

Estudantes do Bolsa Família se destacam no Ideb

Alunos beneficiários do Programa Bolsa Família estão entre os melhores do País, de acordo com levantamento do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Algumas das escolas com as notas mais altas no Ideb têm a maioria dos estudantes beneficiários do programa de transferência de renda (veja perfis dessas escolas na página 2).

 

 

http://www.secom.gov.br/


Loading. Please wait...

Fotos popular