Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Filme "Morrer de Amor" estréia 11 de setembro no Rio de Janeiro

10.09.2017
 
Filme

Filme "Morrer de Amor" estréia 11 de setembro no Rio de Janeiro

 O longa metragem aborda arquétipos universais como o amor, sexo e a morte. Levanta discussão sobre os critérios éticos existenciais que envolvem a opção pela vida, que ainda estão cercados de preconceitos.

 

                A idéia inicial começou em 2010, mas Cristiano Requião já executava outros projetos que tiveram projeção internacional. O roteiro de "Morrer de Amor" foi trabalhado no ano de 2014 e finalizado em meados de 2015. A seleção do elenco e produção feita de forma independente, após três meses de ensaio as filmagens iniciaram em setembro e terminaram em outubro do mesmo ano. O diretor teve destaque com "Enquanto Faço as Unhas" selecionado para o Cannes Short Film Corner em 2011; o primeiro longa " Outro Olhar" selecionado para o Festin 2014 - Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, em Portugal e FIC - Festival Internacional de Cinema de Cabo Verde 2015; "Encontro Amigável" selecionado para o Cannes Short Film Corner em 2015 e Festin 2015 - Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, em Portugal; "Jennifer & Norival" premiado por melhor atuação no festival de Arouca Portugal em 2015.        

Pré-estréia internacional do filme "Morrer de Amor" 72', Longa 2017

Trailer - https://www.youtube.com/watch?v=rPaylWA7BrE

Facebook - https://www.facebook.com/morrerdeamorfilme

Dia: 11 de setembro, segunda-feira

Horário: 18:30h

Censura 18 anos

Local: Cinemateca do MAM - Rio de Janeiro

Avenida Infante Dom Henrique, 85 Parque do Flamengo

Para marcar entrevistas: (21) 974442042 (whatsapp) Cristiano Requião

OBS: os primeiros 50 espectadores ganharão DVD do longa-metragem "Outro Olhar"

O filme "Morrer de Amor" editado no decorrer de 2016, e finalizado agora em 2017 já foi legendado em inglês, espanhol e francês. Depois de facilitar a eutanásia em sua madrasta Beatriz, Marcelo tenta o suicídio tomando uma dose exagerada de ansiolíticos. Socorrido em uma UTI de um hospital, ele sobrevive aos tratamentos médicos. Neste período experimenta o fenômeno da ecmnésia, isto é, recordações fortuitas e anacrônicas das suas memórias recentes e passadas. A história é justamente o registro destas lembranças, cuja coerência reflete alguns dos dramas e dúvidas da sua trajetória de vida.

 

 

ELENCO/PERSONAGENS:

Rafael Schmitt - Marcelo

Na TV fez o seriado "Pé na Cova" da TV Globo, com direção de Cininha de Paula e Hsu Chien; e no cinema em vários curta-metragens. Atuou nos espetáculos "Mentes Mentem", "Deuses Máquina", e "Deuses e Heróis" com direção de Carina Cassuscelli;  "A Cripta de Poe", direção de Lenerson Polonini.

Estudou teatro, cinema e clown com profissionais como Anselmo Vasconsellos, Rafael Senna, Brenda Villatoro, Lígia Caboclo, Julia Carrera, Miguel Mendes, entre outros, e participou de várias montagens de conclusão de cursos.

Nathália Klein - Rose

No seu primeiro trabalho como atriz protagonizou "Outro Olhar" selecionado para o Festin 2014 - Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, em Portugal e FIC - Festival Internacional de Cinema de Cabo Verde em 2015. Também participou do premiado curta "Encontro Amigável" e agora co-protagoniza "Morrer de Amor".
Começou a formação cedo com cursos, oficinas de teatro e preparação musical, dentre os quais a Oficina de preparação para musicais no CAL sob direção de Liane Maya e curso livre na Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena com direção de Anselmo Vasconcelos.Bailarina desde os três anos de idade, em 2005 viajou por 14 meses em turnê dançando para vários espetáculos Ringling Bros. and Barnum & Bailey ( E.U.A)., e em 2016  no Coletivo Muanes Dançateatro direção Denise Zenicola. Para acompanhar mais siga a página no facebook @nathaliamklein .

Janice Fernandes (atriz convidada) - Beatriz

A contadora de histórias e atriz encanta sempre que se doa como instrumento da arte. Na tela grande participou do documentário Meninas, dirigido por Karla Gabriela e Deise Ramos como uma das personagens principais. Nos longas de Cristiano Requião: Morrer de Amor e Circunstâncias do Amor, do diretor Thiago Moysés.

Interpretou a Rainha do Rádio Dalva de Oliveira no Prêmio Rádio Rio 2015. Atuou em Bernarda - adaptação da peça A Casa de Bernarda Alba, de Federico Garcia Lorca, com direção de Jorge Leite; Pagador de Promessas, adaptação dirigida por Márcio Saretta. Faz parte do grupo ChapuletArte, se apresentando em espetáculos como O Rico Avarento e O casamento Suspeitoso, com textos de Ariano Suassuna, e Força Tarefa contra a Zika, com participação no roteiro. Participa também do Conto com Bonecos, grupo formado durante o curso de Contação de Histórias. Janice teve sua formação acadêmica em Licenciatura Plena em Matemática e desde 2014 faz voluntariado, contando histórias para crianças e adolescentes em Hospital.

Marina Trindade - Lourdes

Atriz, produtora e entrevistadora formada em Comunicação Social na Faculdade Estácio e Arte Cênica Le Monde, Tablado - Curso Especialização em Nelson Rodrigues.  Fez a Direção de Produção no longa-metragem Copa181 selecionado para o Festival do Rio de 2017, Direção de produção do longa-metragem "O Sonho de Rui",  Produtora Executiva do Festival Brazil Cine Fest, Macaé Cine, International Film Festival (2011/2015). Inicia no Cinema como Produtora Executiva do curta-metragem "Cine Centímetro" que teve sua estreia no Festival do Rio em (2013). Produção Executiva "O Nome do Dia" (Dir. Marcelo Quintella). Trabalhou na produção do premiado Walter do 402 ganhador em (2017) do AudienceAward. Direção de Produção do curta-metragem "Paraíso Insólito", produção da Série do Canal Brasil "Topless". Como Atriz no longa-metragem em (2017) "Os Príncipes". Em (2016), longa-metragem "Praça Paris" (2017) longa-metragem "Morrer de Amor".

Jorge Leite - Augusto

Sua paixão pelo ofício do ator e seriedade o levou ao cinema com prêmios de melhor ator no Terceiro Festival Brasil de Cinema Internacional - Rio de Janeiro e no Arouca Film Festival 2015 - Portugal. Licenciado em Artes Cênicas pela Uni-Rio é um "performer" fiel, tanto ao processo, quanto à função, como sua arte o exige, naturalmente. Arte Educador com ênfase na interpretação teatral, preparação de atores e contadores de histórias. 

Desde a década de 90 Jorge Leite é ator, diretor e produtor. Trabalhou intensamente  em diversas Cias como: Chronos, Atores invisíveis, Troupp Pas D'argent e Le Royaume, em várias montagens.  Participou dos filmes: Jennifer e Norival, A Árvore e o Beijo e Morrer de Amor dirigidos por Cristiano Requião e produzidos por Cavi Borges e Raconto.

 

ELENCO DE APOIO:

Henrique Paes (como Marcelo); Wesley Pereira Joaquim ; Sonia Barbosa; Renato Iezzi; Aparecida Por Henrique Paes; Duda Batista; Helena Strada; Maria Antônia Valadão; Isabele Gomes; Pérola Pinheiro

 

 

 


Loading. Please wait...

Fotos popular