Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Dose dupla, ação e tiros em profusão

10.08.2013
 
Dose dupla, ação e tiros em profusão. 18685.jpeg

Dose Dupla, que reedita a conhecida fórmula de uma dupla agindo contra o crime, tem uma originalidade - cada um luta isoladamente como agente secreto federal americano de entidades concorrentes, infiltrado no cartel da droga, e só se une ao outro quando perseguido pelos próprios superiores.

Rui Martins

Indicado só para apreciadores do gênero ação, com shows e efeitos especiais de tiros e perseguições de carros, e um imprevisto ataque de touro contra Denzel Washington. E não são poucos tais apreciadores, pois a Piazza Grande de Locarno, com oito mil lugares sentados, estava lotada.

A profusão de tiros acabou provocando uma profusão de estrondos de trovões e um temporal de verão se abateu sobre a praça, dispersando metade dos espectadores. A metade restante ficou na Piazza Grande encarchada pelas balas molhadas da chuva.

Baltasar Kormákur é um islandês diplomado em Artes, na capital Reikjavik, autor de histórias em quadrinhos antes de se ligar no cinema. Para ele, ao contrário de muitos cineastas brasileiros que preferem enviar seus filmes a Cannes, Veneza ou Berlim, sua carreira praticamente começou depois de ter trazido seu filme para Locarno.

« Eu nunca pensei, mas teria sido tratado como louco se dissesse querer fazer carreira em Hollywood », diz ele sorrindo, afirmando ter sido o mais surpreso com seu atual sucesso nos Estados Unidos.

Lembrando de sua passagem por Locarno, há 13 anos, conta ter sido levado para uma projeção do seu filme 101 Reykjavik por Marco Mueller, então diretor do Festival, diante de 4 mil pessoas. « Imaginem minha emoção », relembra. « Meu filme recebeu boas críticas e fiquei conhecido ».

Falando da sua dupla de atores, Kormákur conta ter sido fácil filmar com Mark Walhberg, que já conhecia, mas que Denzel « era reservado, bem dentro do seu personagem, um tanto difícil, mesmo porque interpretava um papel difícil. « O próprio Denzel costuma dizer não saber porque ganhou um Oscar, poi sempre interpretou seu próprio papel. Antes de começar as filmagens foi preciso criar entre eles um clima de camaradagem e confiança »

Embora o filme tenha sido feito em Hollywood, diz Kormákur, tratar-se de um filme de estudio independente. A maior parte foi filmada no Texas, na fronteira do Novo México.

Sobre as cenas com imigrantes clandestinos, Kormákur lembrou ter vivido aos 18 anos no Arizona e trabalhado numa fazenda, onde convivia com imigrantes ilegais. « São poucas cenas, mas as pessoas podem refletir um pouco sobre a presença dos imigrantes mexicanos ilegais nos EUA, pois esse problema é realmente grave. Como é também grave a corrupção dentro da Marinha e da CIA, circulam muitos rumores de casos de corrupção envolvendo esses organismos ».

Se não teme ser processado por citar nominalmente a Marinha americana e a CIA como envolvidas na corrupção contada no filme, Kormákur se limitou a dizer « espero que não! ».

 


Loading. Please wait...

Fotos popular