Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Começa a corrida ao exibicionismo na Grã-Bretanha

07.06.2007
 
Começa a corrida ao exibicionismo na Grã-Bretanha

Na Grã-Bretanha começou a corrida ao exibicionismo. Os fotógrafos precipitam as pessoas a posicionar nuas perante as câmaras. Tudo começou duma forma decente: em 1999 alguns dos trabalhadores do instituto Raylstown posicionaram nuas e depois essas fotos foram divulgadadas em calendários, a fim de juntar o dinheiro para financiar a investigação na área de leuquemia.

A ideia apareceu depois de encontrarem a leuquemia na mulher do trabalhador do instituto, Angely Baker. As mulheres queriam fazer um calendário doméstico, onde cada ano apareceria a melhor fotografia erotica das mais famosas modelos do mundo.

O calendário foi uma sensação, recolheu mais de milhão de funtos. Na base dessa história foi realizado o filme “A menina do Calendário”. Desde esse momento o calendário é publicado com muito sucesso.

Assim surgiu o clube de futebol “Stirling“, que faz fotos dos fotobolistas sem roupas pelo segundo ano consecutivo, juntando o dinheiro ao internato para idosos.

Os interessados a posicionarem partes íntimas em frente das câmaras de fotografias são inesgotaveis. “Problemas com isso não há, - diz o serviço de imprensa do clube. – Difícil é convence-las ficar vestidas”.

Os trabalhadores do teatro Heald Green Theatre Company em Stockport publicaram o calendário com próprias fotos eróticas, para juntar dinheiro na restauração do teatro. As fotos foram feitas pelo director do teatro, e posicionaram as artistas de idade entre 50 e 68 anos. Nas fotografias foram escritas “com casaco de peles mas sem calcinhas”. “Belas flores do mês de Maio”, “Mulher ardente”.

As comerciantes de diferentes casas comercias da pequena cidade de Hivort – as padarias, os açougues, as casas de confeitaria – fizeram calendários com fotos eróticas a fim de colectar dinheiro para o fundo de Macmillan de luta contra o câncer.

Os que não querem fazer fotos para os calendários, inscrevem-se na fila para serem pintadas pelo famoso pintor de Nova Iorque, Spencer Tunick. Ele pinta centenas de mulheres nuas em lugares públicos.

 Dério Nunes


Loading. Please wait...

Fotos popular