Pravda.ru

Sociedade » Cultura

10 coisas que os russos devem explicar aos estrangeiros

06.07.2016
 
10 coisas  que os russos devem explicar aos estrangeiros. 24668.jpeg

Muitos estrangeiros vêm para a Rússia pensando que é um país agressivo, perigoso e sujo. Por causa da forte influência da propaganda anti-russa no Ocidente,  para um russo viajando no estrangeiro também é muito difícil explicar lá como é a Rússia e como o seu povo vive na realidade. Esta é uma tentativa de fazer uma lista de que povo russo precisa de explicar aos estrangeiros.

1. A Rússia é um país multi-étnico e multiconfessional. Mas não somos uma nação cosmopolita. "Russo" é derivado de Rus' de Kiev ou Russia Kievana e representa os povos que habitavam o país na parte antiga de sua história.  Hoje em dia são os russos, bielorrussos, ucranianos ( Crâina é «zona fronteiriça"), rusyns ( que vivem nos Cárpatos).  Mas na Federação Russa, também há tártaros, bashkires, judeus, etc. Eles não são russos, mas são rossiyane- pessoas nascidas no país, mas etnicamente não russos. Nossos passaportes não têm marcas de nacionalidade étnica. Todo mundo tem o direito de escolhê-la, bem como a religião, de acordo com os seus sentimentos.

2. Os russos não sorriem para vocês na rua ou no metro, porque na Rússia, um sorriso não é um sinal de respeito, é um sinal de confiança e intimidade. Por sua vez, não entendemos a sua tradição de imitar beijos na bochecha como uma forma de saudação. Parece-nos fingida, hipócrita e até desagradável.  Além disso, a autora desse artigo não tem reparado a abundância  de sorrisos dirigidas -lhe viajando pela Europa.  Uma boa minha amiga brasileira ao contrário, ficou admirada por homens moscovitas. "Nossa, como é que fico farta pela atenção exagerada por parte de brasileiros e estou descansando aqui por ninguém olhar para mim", - disse.


3. Nós não detestamos gays e lésbicas, nem queremos ferir ou humilhá-los. Só queríamos que eles representassem suas preferências publicamente num desejo maníaco de reconhecermos uma minoria como uma maioria. Além disso, paradas gays  destroem deliberadamente a religião cristã que proíbe a sodomia. Queremos que nossos filhos dão para nos netos e os nossos netos - bisnetos.

4. Nossa agressividade só existe na vossa imaginação. A reunificação do povo russo com a Criméia passou sem um único tiro, porque a Rússia é mais do que apenas um país. A Rússia é um território, que compartilha uma língua comum, história e cultura.  Consideramos uma tentativa de "reprogramar" os russos na Ucrânia como uma guerra híbrida contra nós. Pode-se acolher o premiê da Escôcia para discutir a probabilidade para o Reino Unido a desmoronar, mas não se pode apoiar a população das terras do sul do antigo Império russo em sua aspiração de se retirar da Ucrânia? Não é este um padrão duplo?

5. Vodka não é nosso tudo, mas consideramos esta bebida um tesouro nacional. Rússia ocupa o 13º lugar em termos de consumo de álcool. A França, por exemplo, ocupa a terceira posição.

6. A nossa economia não está em pedaços, e  não estamos morrendo da fome também. Cada pensionista russa  tem um apartamento privatizado gratuitamente e uma dacha - uma casa pequena fora da cidade. Um aposentado russo pode obter uma viagem anual livre para um sanatório, embora não  seja na alta temporada. As chamadas de emergência médica são gratuitas. Pensionistas russos não precisam de seguro pago para hospitalização. Somos pacientes, sabemos o que é viver em tempos ruins. Sanções não podem quebrar Rússia. Perdemos 26 milhões de vidas na Segunda Guerra Mundial que chamamos da Grande Guerra Patriótica. Pelo contrário, a pressão externa torna-nos mais fortes.

7. A democracia não é o poder do povo. A democracia é quando os líderes dirigem o país no interesse do povo. Nós somos "putinistas". Putin salvou o país antes e ele esta salvando-o p agora. Desprezamos "quinta-coluna"  que pratica a "dissidência" baseada em vosso dinheiro do contribuinte vendo do diferentes fundações " humanitárias". A Rússia nunca vai se comportar como George Soros, que mantém as instituições para derrubar governos, portanto os nossos líderes são cristãos ortodoxos. O capitalismo não é a nossa religião. Vocês desprezam os perdedores, nós temos compaixão deles. Vocês são individualistas,  nõs - colectivistas. Vocês são viciados em corpo bonito, e nós - em bela alma.

8. Como diz o nosso ditado: há dois problemas na Rússia: os tolos e as estradas.  Se trata dos funcionários públicos corruptos e não inteligentes.  Juntamo-nos não só ao redor de Putin, unimo-nos nas redes sociais para restaurar a realimentação entre o povo e os funcionários e realmente salvar o país.

9. Outro nosso ditado diz que a Rússia tem dois aliados mais confiáveis ​​- o Exército e a Marinha. Esta é uma conclusão que fazemos da nossa história. Portanto, se você não alimentar o seu próprio exército, você tem que alimentar o exército estrangeiro.

10. Gostamos de vocês , mas  não gostamos da vossa  determinação a fazer-nos segundo vosso  modelo. Nós estamos mudando. Criminalidade deixou de ser o nosso desafio, estamos capazes de ligar os extremos,  fizemos de Moscou uma das mais belas capitais da Europa. Não vivemos de acordo com os estilos de vida ocidental,  nem oriental, e nós não "damos a mínima"  em vocês não gostarem disso.

Lyuba Lulko

Leia original em russo

 


Loading. Please wait...

Fotos popular