Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Brasil aumenta bolsas de mestrado e doutorado

06.05.2008
 
Brasil aumenta bolsas de mestrado e doutorado

O ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, anunciou na última quarta-feira (30), na cerimônia de aniversário do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT), que as bolsas de estudo oferecidas pela agência de fomento ligada ao ministério e pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) terão, em junho, reajuste de 27,6% para mestrado, passando dos atuais R$ 940 para R$ 1.200, e de 29% para doutorado, aumentando de R$ 1.394 para R$ 1.800.


“Estou autorizado pelo presidente Lula e pela equipe econômica do governo a anunciar esse reajuste, que gira em torno de 24%”, disse Rezende, na cerimônia em comemoração dos 57 anos do CNPq, em Brasília.


O aumento era uma reivindicação esperada pela comunidade científica, mas o anúncio só foi feito agora por causa da demora da aprovação do Orçamento Geral União, que só ocorreu em março. Em 2007, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no lançamento do Plano de Ação de Ciência, Tecnologia e Inovação 2007-2010, conhecido como PAC da Ciência, fez o anúncio do aumento, mas não pôde precisar o percentual. “Com o fim da Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira e a falta de um orçamento para este ano, só foi possível fazê-lo agora”, ratificou Rezende.


Aniversário


Segundo o ministro, o CNPq tem um papel fundamental no desenvolvimento brasileiro, uma vez que ajudou a formar os principais cientistas do País. “No final dos anos 60, fui beneficiário de uma bolsa para fazer o mestrado. Poucos anos mais tarde, estudei no exterior, graças ao CNPq. É muito difícil hoje encontrar um professor universitário ou pesquisador que não tenha recebido apoio do Conselho”, afirmou. Rezende lembrou ainda a importância dos funcionários. “São responsáveis pela história de sucesso do CNPq e também colaboraram para esse desenvolvimento”.


Rezende acrescentou que, com o advento do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), o CNPq estará dotado de recursos que ajudarão na execução de programas incluídos no PAC da Ciência, principalmente no que tange à expansão do sistema de ciência e tecnologia. “O FNDCT garante mais recursos, que poderão ser aplicados em todas as formas de fomento”, explicou.


A cerimônia de comemoração do aniversário premiou pesquisadores e funcionários que se destacaram por ações em prol da ciência e da tecnologia. Estiveram presentes o presidente do CNPq, Marco Antonio Zago, os secretários do MCT, Luiz Antonio Elias (Secretaria Executiva) e Guilherme Henrique Pereira (Desenvolvimento Tecnológico e Inovação), o presidente da Capes, Jorge Guimarães, a ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Nilcéia Freire, parlamentares e funcionários da instituição.


Fabio Lino/MCT


Loading. Please wait...

Fotos popular