Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Mar Me Quer e Odisseia: teatro e dança na abertura da programação de Dezembro do TCSB‏

03.12.2015
 
Mar Me Quer e Odisseia: teatro e dança na abertura da programação de Dezembro do TCSB‏. 23360.jpeg

O Teatro Meridional apresenta "Mar Me Quer", de Mia Couto e Natália Luiza, no TCSB, a 3 de Dezembro. Nos sábados para a infância, Leonor Barata continua a sua Odisseia, Cláudia Sousa traz-nos as "Flores de Livro" e o Taleguinho estreia um novo espectáculo, só com músicas de Natal do cancioneiro galaico-português.


Quatro anos depois da inesquecível residência artística que realizou no TCSB e dois anos depois de aí ter apresentado "O Senhor Ibrahim e as flores do Corão", o Teatro Meridional está de regresso a Coimbra. Desta vez, traz o espectáculo "Mar Me Quer", no âmbito do programa cultural do Congresso Internacional "Língua Portuguesa: uma língua de futuro", organizado pela Universidade de Coimbra. "Mar me quer" resulta da adaptação para teatro do romance de Mia Couto, feita pelo próprio escritor moçambicano e por Natália Luiza, responsável também pela encenação do espectáculo. O público reencontrará em palco as personagens criadas por Mia Couto - a Mulata Luarmina, Zeca Perpétuo e o Avô Celestiano - e as belas e inconfundíveis palavras do autor. Luarmina entardece todos os dias na companhia de Zeca, pedindo-lhe as histórias que vão povoando a paisagem. Zeca perpétuo sonha sempre o mesmo: se embrulhar com ela, arrastá-la numa grande onda que os faça inexistir. Luarmina foi aprendendo mil defesas para as insistências namoradeiras de Zeca, mas um dia resolve negociar falas e outras proximidades, não em troca de aventuras sonhiscadas de Zeca, mas de suas exactas memórias. E como diz o avô Celestiano "o coração é uma praia", em que o mar porque nos quer, acaricia memórias e apazigua ausências. Avô Celestiano é a sabedoria do tempo. Mas também é o fabricador de sonhos. Por via dos sonhos, ele visita os vivos e conduz, na sombra dos aléns, os destinos e os amores de Zeca e Luarmina.
O espectáculo é apresentado em Coimbra numa sessão única, a 3 de Dezembro, pelas 21h30. O bilhete custa 10 Euros, havendo descontos para estudantes, maiores de 65 anos e participantes no Congresso da Universidade. É possível efectuar reservas pelos contactos habituais do TCSB.

Mais uma estreia nos Sábados para a infância
Os "Sábados para a infância no TCSB" continuam a afirmar-se também como um espaço de criação artística. A 5 de Dezembro, Leonor Barata continua a sua viagem pela "Odisseia", de Homero. Na oficina-espectáculo, lê passagens das versões para jovens escritas por Maria Alberta Menéres e Frederico Lourenço e descobre com os mais novos a melhor forma de passar a palco as palavras da epopeia. Trata-se de um percurso, partilhado com o público, que culminará com a estreia de um novo espectáculo de dança, com estreia marcada para o início de 2016. A 12 de Dezembro, o Taleguinho, de Catarina Moura e Luís Pedro Madeira, estreia "Ficar a ver estrelas", um novo espectáculo musical, com um alinhamento exclusivamente composto por músicas de Natal do cancioneiro galaico-português. Serão apresentadas duas sessões, às 11h00 e às 17h00. A programação infantil do TCSB inclui ainda a já habitual sessão mensal de "Flores de Livro - leitura de contos para a infância", com Cláudia Sousa, a 19 de Dezembro.

Poesia no palco
No dia 17 de Dezembro, Ana Biscaia e João Pedro Mésseder fazem a apresentação do seu novo livro, "Poemas do Conta-Gotas". O livro apresenta-se como devedor da tradição japonesa do haiku (poemas breves, compostos por vezes por apenas uma frase) e assume o objectivo de contribuir para que os mais novos acedam, por esta via, ao universo da poesia. O livro foi editado pelas Edições Xerefé (a mesma que há um ano editou "Que luz estarias a ler?", assinado pela mesma dupla). Para a apresentação do livro em Coimbra, os autores criaram um momento especial, que inclui a leitura de alguns dos poemas em palco, com sua própria participação (Ana Biscaia vai desenhar ao vivo) e ainda de Rui Damasceno (voz e tipografia) e de Luís Pedro Madeira (música).
A entrada é gratuita.

 


Loading. Please wait...

Fotos popular