Pravda.ru

Ciência

Maioria dos usuários de drogas no Brasil são de classe alta

29.10.2007
 
Maioria dos usuários de drogas no Brasil são de classe alta

Uma pesquisa realizada pela Fundação Getulio Vargas (FGV) mostra que 62% dos consumidores declarados de drogas no Brasil são da classe A, cuja renda familiar chega a 25 salários mínimos por mês (mais de R$ 9 mil). O estudo foi divulgado no último dia 23 e mostra ainda que 85% dos usuários são brancos, grupo que compõe 53% da população total brasileira.

A pesquisa da FGV levou em conta quatro tipos de droga: maconha, cigarros de maconha, lança-perfume e cocaína. O gasto médio dos usuários é de R$ 45,77 por mês.

Segundo os dados coletados, os usuários de drogas têm entre dez e 29 anos e 99% são do sexo masculino. Mostra também que 30% dos que consomem drogas freqüentam a universidade, enquanto apenas 4% da população brasileira tem esse privilégio. A maioria (54%) dos usuários declarados de drogas, no entanto, cursa o Ensino Médio.

A pesquisa foi divulgada em meio à polêmica que o filme “Tropa de Elite” causou no país. O filme mostra a relação dos consumidores de drogas com a polícia e o perfil dessas pessoas na cidade do Rio de Janeiro, conhecida mundialmente tanto por sua beleza natural, como pela violência que existe provocada pelo tráfico de drogas.

- A pesquisa está totalmente consistente no filme Tropa de Elite. Não foi à toa que houve muita polêmica. A nossa pesquisa poderia se chamar droga de elite, porque quem consome drogas no Brasil é um jovem de elite – disse o economista Marcelo Néri, responsável pelo levantamento da Fundação Getulio Vargas.

Larissa MERCANTE

BRASIL


Loading. Please wait...

Fotos popular