Pravda.ru

Ciência

Cuba entre líderes mundiais em Medicina Natural e Tradicional

27.05.2010
 
Cuba entre líderes mundiais em Medicina Natural e Tradicional

Um dos principais especialistas em medicina natural e tradicional, afirmou ontem no Congresso ProMedNatur que Cuba pode ser descrito como uma “potência” nesta área da terapia, tendo desenvolvido várias técnicas e tratamentos, bem como tendo promovido a investigação numa ampla variedade de práticas terapêuticas.


Dra. Elisa Aznar, Presidente da Federação das Medicinas Naturais do Caribe descreveu a Cuba como uma potência "em termos de produtos e da medicina natural" no VII Congresso Continental, IV Latino-Americano e Congresso de produtos e medicamentos naturais do Caribe, ProMedNatur 2010.
Dra. Aznar elogiou a política cubana de saúde, afirmando que "Cuba não só presta cuidados de saúde gratuitos para seu povo e de muitos outros países, mas também é responsável pelo desenvolvimento e promoção de todas as questões relativas à saúde humana".


Entre as terapias que Cuba tem vindo a desenvolver, são tratamentos terapias com fármacos derivados do aloé, devido aos seus poderosos efeitos anti-úlcera e anti-inflamatórios. Profissionais de saúde na área de medicina natural têm vindo a desenvolver terapias e descobriram novas aplicações para a acupunctura, terapia floral e ciências como reiki (fluxos de energia humana) no tratamento de pacientes com uma variedade de condições e doenças.
Novas pesquisas estão sendo realizadas sobre as espécies endémicas de Cuba como a Pinaceae (Pinus tropicalis).


Cuba oferece serviços de saúde gratúitos não apenas para seus próprios cidadãos, mas também para muitos países em desenvolvimento na América Latina, África e Ásia. Apesar da escassez de equipamentos e medicamentos, devido ao bloqueio desumano dos E.U.A. à ilha, Cuba tem uma das maiores taxas de longevidade na região e no mundo.


O Gabinete Nacional do Idoso e da Bem-Estar Social publicou recentemente estatísticas que indicam que Cuba tem 1.541 centenários, o que significa que um em cada 7.296 cubanos vive até 100 anos ou mais, um em cada 1.269 entre os idosos (acima de 60 anos). O mais antigo morador da ilha é Juana de la Candelaria Rodríguez, que celebrou seu 125º aniversário em 28 de fevereiro.


Quais são os segredos da Cuba?
O professor Eugenio Selman-Housein Abdo, Presidente do Clube dos 120 Anos e da Associação Médica do Caribe AMECA, na sua obra "Como viver 120 anos" estabelece seis áreas, que funcionam como blocos de desenvolvimento na criação de longevidade:


Motivação desde tenra idade;
Comer um pouco de tudo mas mais frutas e legumes do que carnes;
Evitar comportamentos extremos;
Foco na prevenção;
A tividade física por 30 minutos, 3-5 dias por semana;
Actividades culturais e desenvolvimento do espírito para combater o stress.

Timothy BANCROFT-HINCHEY

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular