Pravda.ru

Ciência

Duas fêmeas de lobo clonadas na Coréia do Sul

27.03.2007
 
Duas fêmeas de lobo clonadas na Coréia do Sul

Um grupo de cientistas sul-coreanos anunciou que conseguiu clonar  dois fêmeas de uma espécie de lobo em 2005, pouco tempo depois de o governo do país voltar a permitir as pesquisas com células-tronco, informou hoje a imprensa da Coréia do Sul.

Lee Byeong-chun, professor de Veterinária da Universidade Nacional de Seul e responsável pela pesquisa, fez parte da equipe de Hwang Woo-souk, cientista que falsificou resultados de uma experiência de clonagem humana.

Hwang afirmou que realizou a primeira clonagem de células-tronco de embrião humano em 2004. Depois, foi descoberto que ele tinha manipulado os resultados, num escândalo internacional que motivou a proibição sul-coreana da pesquisa com células-tronco.
Segundo Lee, Hwang é co-autor do artigo sobre a clonagem de lobos publicado em março na revista Cloning and stem cells.

Hwang Woo-souk foi o primeiro a clonar com sucesso um cachorro, conhecido como Snuppy, em 2005, antes da fraude com as células-tronco.


A equipe informou que os lobos, Snuwolf e Snuwolffy, que nasceram em 18 e 26 de outubro de 2005, têm se desenvolvido normalmente até o momento e são de uma espécie em perigo de extinção.

Segundo informou hoje o jornal sul-coreano Dong-A Ilbo, o reitor de Veterinária da Universidade Nacional de Seul, Park Yong-Ho, destacou que se trata da primeira clonagem mundial de lobos e o sucesso reafirma a liderança sul-coreana nos estudos genéticos.

Lee explicou que sua equipe extraiu células somáticas de um lobo em cativeiro, que implantou em 251 óvulos, introduzidos depois nos úteros de 12 lobas.

Em dois destes casos o processo foi concluído com sucesso e as lobas pariram filhotes que pesaram ao nascer 430 gr e 530 gr.
Agora, seu peso é de 20 kg.


Loading. Please wait...

Fotos popular