Pravda.ru

Ciência

Socorro, estão matando nossos jovens!

24.04.2014
 
Socorro, estão matando nossos jovens!. 20213.jpeg

Enquanto escrevo, decerto centenas de jovens estão se drogando ou roubando para comprar droga em nossa Cidade. As drogas estão matando nossos jovens e até as nossas crianças. Traficantes não perdoam aos que lhes devem.

A verdade é que as drogas invadiram os campos de futebol, os recreios e as escolas, para darem lugar aos traficantes.

Vejo jovens assassinados por causa das drogas e, seus corpos estendidos pelas calçadas. Vejo mães chorando as perdas dos seus filhos e não vejo ninguém se incomodando com isso. Vejo que as drogas foram chegando aos poucos e que já dominam a juventude santestevense, trazendo sofrimentos, aflições, insônias e pesadelos para seus familiares. Vejo jovens de todos os tipos e cores, malhados e bem cuidados, mergulharem nas drogas para obter alegria ou de alguma coisa que altere suas consciências, pois, assim, e só assim, conseguem desfrutar de algum prazer...

É deprimente transitar pelas ruas de nossa cidade e contemplar a quantidade de jovens entregues à alegria fácil... Alucinados, desesperados, transitando pelo meio da rua, tarde da noite, agonizando e gemendo na busca por algo que nem eles mesmos sabem o que é. Certamente buscam oxigênio para respirar de tão sufocados que estão pelas drogas, pela angústia, pelo desespero...

Nossos jovens cambaleia nas ruas, brigam e se rebelam em casa. Nesse emaranhado de sensações não conseguem discernir entre aqueles que lhes querem bem (seus pais) daqueles que desejam apenas usufruir do bem que possam lhes oferecer (seu dinheiro e seu corpo). Tomam-lhe muito mais. Sorrateiramente, surrupiam sua esperança e destroem suas vidas.

O que é que estão fazendo com nossa juventude? O Governo não ouvem as vozes angustiadas de uma juventude perdida nas madrugadas... não ouvem seus gemidos, não sentem suas dores. O que assistimos é o resultado da inércia da sociedade e o desprezo dos políticos que aceita a conversa fiada da autonomia pessoal para uma juventude que ainda não sabe o que é a vida. A vida é um conjunto de fases. Quem queima etapas, perde um segmento da construção de seu futuro que lhe fará falta, certamente.

O crack está matando os jovens e aumento significativo a violência em Santo Estevão. Fatos nunca antes acontecidos, ocorrem agora com frequência, a exemplo de assaltos, invasões de casas, polícia recebida à bala, torturas, mortes por encomenda, sequestros relâmpagos, violência de toda ordem.

Quando as autoridades vão tratar esse problema com a devida seriedade? Não se pode ser omisso de forma tão irresponsável... A violência que tem contribuído para que os nossos jovens sejam dizimados pelas balas assassinas do crime organizado, tem um centro nervoso que se chama crack. Uma droga, subproduto da cocaína, de baixo preço e que possui os efeitos mais nocivos à saúde e à família.

Para manter o vício as pessoas mais pobres partem para vender as coisas de casa e depois para assaltos pequenos e grandes. Os mais ricos começam vendendo seus pertences e endividando-se.  Trata-se de um problema complexo e não apenas de polícia, mas também social. A solução passa, principalmente, pela geração de emprego e renda; melhoria da educação e estruturação familiar. Passa, também pela boa vontade de muitos instituições. Então vejamos:

Os Legisladores, precisam legislar em favor desses jovens e deixarem seus discursos vazios que não vão além das tribunas.

O Executivo, sempre ocupado, precisa, também se ocupar com a luta de prevenção e recuperação dos nosso "meninos".

Os Padres e Pastores, carecem deixar um pouco seus púlpitos e irem pra ruas buscar as ovelhas perdidas e trazerem para o aprisco seguro.

A sociedade, em geral, que dorme o sono da indiferença, precisam exercitar a caridade, a piedade e fraternidade...

Por fim, os pais que buscam encontrar a sua "ovelha perdida" e trazer para o aconchego, nunca, em tempo algum, "joguem a toalha" e desistam do vosso propósito de resgatá-lo. Resgatar significa ir ao encontro, buscar, procurar... Quando se tem amor, nunca faltará o ânimo.

Precisamos nos unir para começar a ganhar essa guerra contra o crack. É isso que precisamos: unir Santo Estevão, as várias esferas do setor público e privado, as Igrejas de todos os credos, pais e mães de família, numa grande cruzada. Unir forças é o mais importante e precisamos ampliar esse esforço. Fazer tudo isso em nome de uma coisa, apenas, que é salvar vidas. Vida dos nossos meninos!!!...

Manoel Lobo

 


Loading. Please wait...

Fotos popular