Pravda.ru

Ciência

Brasil sedia lançamento do Ano Internacional do Planeta Terra

23.04.2008
 
Brasil sedia lançamento do Ano Internacional do Planeta Terra

Brasília será palco do lançamento regional para América Latina e Caribe do Ano Internacional do Planeta Terra (AIPT). A iniciativa, patrocinada pela Organização das Nações Unidas (ONU), objetiva divulgar, junto à sociedade, a importância das Ciências da Terra para o bem-estar comum e para um mundo sustentável, assegurando a utilização efetiva do conhecimento acumulado pelos milhares de geocientistas de todo o Planeta.


O evento, que será amanhã (23) e quinta-feira, na Câmara dos Deputados, consiste em uma exposição de fotos e desenho sobre a preservação da Terra e de dez painéis com debates entre cientistas e políticos brasileiros com estudiosos da América Latina. Participam dessa atividade os ministros da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, das Relações Exteriores, Celso Amorim, da Educação, Fernando Haddad, de Minas e Energia, Edison Lobão, e do Meio Ambiente, Marina Silva.


"O Brasil foi um dos primeiros países a aderir à iniciativa do AIPT, entre os 97 que a apoiaram inicialmente, e já tem atividades a ele relacionadas desde 25 de janeiro de 2007, com o lançamento público do Ano em São Paulo, na Estação Ciência da Universidade de São Paulo (USP), na inauguração da exposição sobre a Terra. O evento teve a presença do secretário-executivo da Organização Internacional e idealizador da iniciativa, Eduardo de Mulder, ex-presidente da União Internacional de Ciências Geológicas (IUGS)", diz Carlos Oití, coordenador-geral das Unidades de Pesquisa do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e conselheiro sênior da AIPT.


AIPT


O projeto do Ano Internacional do Planeta Terra foi apresentado conjuntamente pela IUGS e a Organização para a Educação, Ciência e Cultura da ONU (Unesco), e proclamado pela Assembléia Geral das Nações Unidas, em sua reunião de dezembro de 2005, em Nova York, para ocorrer em 2008, mas com atividades a serem desenvolvidas entre janeiro de 2007 e dezembro de 2009, sob a coordenação-geral das duas instituições, em colaboração com outras organizações e integrantes da ONU e sociedades e grupos científicos de todo o mundo.


A Assembléia da ONU ainda encorajou todos os Estados Membros do sistema das Nações Unidas a utilizarem o AIPT para intensificar a divulgação da importância das Ciências da Terra para o desenvolvimento sustentado e, nesse sentido, promoverem ações de caráter local, nacional, regional e internacional.


"Muitas decisões ficaram restritas à política e à diplomacia, sem que chegassem à população. Queremos agora divulgar o conhecimento da Ciência da Terra para que a responsabilidade sobre o nosso Planeta seja mais consistente em todos os níveis", afirma Carlos Oití. A ONU escolheu dez temas prioritários para pesquisa e divulgação do AIPT: Água Subterrânea, Megacidades, Clima, Da Crosta ao Núcleo da Terra, Desastres Naturais, Oceanos, Recursos (Naturais e Energia), Solos, Terra e Saúde e Terra e Vida.


Fabio Lino/MCT

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República


Loading. Please wait...

Fotos popular