Pravda.ru

Ciência

Ser humano tem novo órgão sexual

22.05.2007
 
Ser humano tem novo órgão sexual

A ideia de controlar o comportamento e o sofrimento das pessoas por meio de cheiro, já há muito tempo foi analisado pelos cientistas. Mas algo ficou claro nessa área, somente depois dos cientistas descobriram nas pessoas “o segundo naris” – um orgao especial com base nos órgãos nasais, escreve a versão russa da Pravda. 

Feromona – é uma substância biológica activa, destaca-se entre os seres humanos e os animais e tem uma função específica no comportamento físico e sentimental, na troca de substância do mesmo tipo. Feromona é produzido por um ferro especial.

Como regra, para o efeito biologico da feromona é necessário uma espécie com características específicas, ou seja, diferentes animais usam como feromona diferentes substancias quimicas ou uma mistura de varios componentes combinados. Em geral feromona, estabelece a ligação química entre espécies da mesma natureza.

Os cientistas ao provarem que, os insectos e animais possuem feromona, concluíram que, os seres humanos também o possuem. E não se enganaram, nós podemos produzir o feromona, mas o processo é mais difícil do que dos animais que, precisam lutar ou juntar-se em bando.

Especialistas do instituto de investigação científica da Acadêmia de Ciências da Rússia, envolvendo seres humanos, consideram que, na escolha do companheiro sexual, participa células sensíveis localizadas na parte nasal (a informação vai directamente ao cerebro). Mesmo contendo as pessoas o “segundo nariz” não funcionando, ele é capaz de detectar o sinal químico.

Tendo em conta últimos factos, permite-nos supor que, o “segundo nariz” pode obter células que funcionam como o olfacto. E estranho, o “radar da feromona” só pode assimilar o cheiro sexual e social, praticamente não reage aos aromas fortes.

Há uma hipótese de que, o “segundo nariz” é o nosso sexto sentido que, n ó s chamamos o de intuição. Ele não escolhe o parceiro sexual para nós na base da beleza, mas sim, do nível genético.

O cheiro natural duma pessoa, traz consigo o código genético que diz, se uma pessoa corresponde ou não um ao outro, ou seja, para viverem juntos. Deste modo, será difícil fabricar um perfume que, substitua o feromona, atraindo qualquer mulher para qualquer homem e ao contrário.

A natureza não se manipula. O feromona só atrai feromona do mesmo tipo.

Mas o cheiro é usado nas lojas de compra, para fazer com que os clientes a comprassem mais.

Por exemplo, muito tempo atrás foi percebido que, o cheiro de pão tourada, associa antes de mais, com o conforto do lar doméstico. Por isso, em muitas casas comerciais se fazem pães, tendo a padaria perto da entrada. Entrando no super mercado e sentir esse ar apaziguador, o cliente compra r á alguma coisa.

Para espalhar bem o cheiro do aroma pelas salas do super mercado, muitos especialistas trabalham nisso. O objectivo deles é fazer com que os clientes comprassem muito, e muitas vezes o resultado é conseguido.

Também há o cheiro que, deixa o cliente com uma boa recordação na memória e faz com ele volte novamente ao super mercado.

Será que isso é bom para nós, os consumidores? Uma pergunta discutível. Em todo o caso, se a experiência está a ser testada, o consumidor devera saber disso. Principalmente os asmáticos e alérgicos.

Dério Nunes

 Mais sobre sexo


Loading. Please wait...

Fotos popular