Pravda.ru

Ciência

Saúde materna: ONU pede ao G8 mais investimento

22.04.2008
 
Saúde materna: ONU pede ao G8 mais investimento

Uma rodada da Organização das Nações Unidas emitiu um apelo aos líderes do Grupo de Oito (G8) hoje para satisfazer as suas promessas na área da saúde global e incentivar seus investimentos para evitar as mortes de mais de 6 milhões de mães, recém-nascidos e crianças cada ano.

A Parceria para Saúde Materna, Recém-nascidos e Crianças – uma união de alguns 240 países e organizações, administrado pela Organização Mundial de Saúde da ONU – apelou por um adicional $10,2 bilhões anualmente para assegurar a cobertura universal de serviços básicos, para alcançar os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, no sentido de reduzir a morte infantil e melhorar a saúde materna.

"Pedimos que os G8 aumentem o financiamento e dirijam por exemplo, poupando e protegendo vidas," disse Thoraya Ahmed Obaid, Diretor executivo do Fundo de População da ONU (UNFPA).

O apelo, que foi lançado ontem da Cidade do Cabo, África do Sul, antes da Cimeira dos G8 no Japão em Julho, também apela a todos os governos de dadores e líderes de negócios.

Dados recentes mostram que o apoio financeiro obteve em média $7 por criança e $12 por nascimento vivo nos 68 países onde acontecem 97 por cento de todas as mortes maternas e de crianças, muito abaixo dos $45 por pessoa necessitado para assegurar acesso a serviços básicos de saúde.

Fonte: ONU

Fátima CHANTRE

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular