Pravda.ru

Ciência

Sanatório ucraniano aposta na cura pela "terapia do vinho".

21.08.2007
 
Sanatório ucraniano aposta na cura pela "terapia do vinho".

Um sanatório na Ucrânia está prescrevendo aos seus pacientes bebidas alcoólicas para o tratamento de problemas como estresse, impotência e até mesmo problemas cardíacos.

 Segundo BBC, o Sanatório das Estrelas da Criméia, em Alushta, desenvolveu um tratamento chamado "terapia do vinho". Apesar de o nome parecer uma piada, o sanatório trata sua "terapia do vinho" de maneira muito séria.

A primeira parada para quem quer se internar não é o bar. Em vez disso, há uma consulta médica. A partir dessa consulta, os pacientes são então orientados sobre que tipo de coquetéis devem tomar.

O médico Alexander Sheludko, que desenvolveu o tratamento, diz se basear em pesquisas médicas que mostram que o consumo moderado de vinho pode ser bom para a saúde. Ele afirma que centenas de pessoas já passaram pelo tratamento desenvolvido por ele.

"O vinho é um produto vivo que contém vitaminas. Ele tem vários compostos que são biologicamente ativos", diz. Seu tratamento oferece sete tipos diferentes de coquetéis.
A fórmula é simples - vários tipos de ervas secas são misturados com vários tipos de vinhos produzidos na própria região da Criméia. De vez em quando, um pouco de vodca é adicionada para um empurrãozinho a mais.

Então tudo o que é necessário fazer é sentar, relaxar e cumprir a "prescrição" de tomar suas bebidas três vezes ao dia por uma ou duas semanas. Pequenos copos de bebida são servidos a partir das 7h da manhã no café do sanatório.
Lena Borodina, que trabalha como cabeleireira na Rússia, já experimentou vários tratamentos alternativos. Ela diz que viver em Moscou é estressante e que ela viajou à clínica na Ucrânia para tentar algo que a relaxe.

"Acho que a terapia do vinho é um tipo excelente de tratamento. Ele te relaxa, te dá força e te preenche com vigor", diz ela. "Estou contente de que ele parece estar funcionando. Estou gostando bastante", afirma.

Mas especialistas em saúde ucranianos estão céticos sobre os possíveis benefícios médicos da "terapia do vinho". Também há a questão de saber se é uma idéia boa em um país com altos níveis de alcoolismo.

"Acho que uma terapia como essa poderia levar à dependência da bebida. Poderia se tornar o primeiro passo para uma dependência psicológica", diz Iryna Lipych, especialista em alcoolismo. "Também é importante lembrar que o álcool provoca vários problemas médicos e tem especialmente um efeito ruim sobre o fígado", observa.


Loading. Please wait...

Fotos popular