Pravda.ru

Ciência

Organização de prostitutas brasileiras lançou marca «Daspu» para lutar contra a SIDA

17.01.2007
 
Organização de prostitutas brasileiras lançou marca «Daspu» para lutar contra a SIDA

A Daspu, grife lançada pela Organização Não Governamental de prostitutas brasileiras “Davida”, lança na próxima sexta-feira à noite a colecção Outono-Inverno 2007 intitulada «Puta Arte», em que procura apresentar criações inspiradas «na arte maior das prostitutas: a de se oferecer aos olhos, aos desejos, às fantasias e aos toques, seja no corpo ou nos suportes de emoções estáticas». O desfile desta sexta-feira manter-se-á fiel à tradição, pelo que vai ter lugar «nas ruas da boémia», com vinte modelos (nem sempre prostitutas) a desfilar e o Bloco Carnavalesco Prazeres Davida a actuar. Acontecerá na Rua Imperatriz Leopoldina, em pleno Rio de Janeiro, numa espécie de antecipação ao Carnaval.

A informação fornecida ao PortugalDiário pela organização apresenta dados muito entusiasmantes sobre esta iniciativa, numa altura em que a Daspu já garantiu reconhecimento internacional, tendo estado presente no passado mês de Setembro no «Prêt à Porter Paris». Na última Bienal de São Paulo também contou com a presença de algumas personalidades brasileiras, como as actrizes Betty Lago e Marisa Orth.

Migrando para um estilo mais estilizado e intelectual, a marca inspira-se em obras ou citações célebres, lembrando que Toulouse Lautrec, Gauguin, Picasso, Chico Buarque, Madonna e Sting, misturaram a sua genialidade com a mais velha profissão do mundo. E se isso aconteceu com pintores, escritores e cantores, também influenciou grandes actrizes, como Marlene Dietrich em «O Anjo Azul», Liza Minelli em «Cabaret» ou Nicole Kidman em «Moulin Rouge». Esses exemplos são agora transportados para camisolas, vestidos, blazers, saias e calças pela Daspu.

Lançada em Julho de 2005, a Daspu tem conquistado o seu espaço nos media internacionais, marcando também posição na internet através do site www.daspu.com.br, onde apresenta as suas colecções. Os temas principais são as doenças sexualmente transmissíveis, a SIDA, assim como a cidadania e liberdade das próprias prostitutas, o que até já motivou a visita de um administrador do Museu Nacional de Etnologia.

Os projectos sociais da Davida têm ganho cada vez maior abrangência, com acções de prevenção da SIDA entre prostitutas e clientes em parceria com o Ministério da Saúde, eventos culturais, peças teatrais («Cabaré Davida) e até um bloco de Carnaval denominado «Prazeres Davida». Também é executado aconselhamento jurídico para formalização das relações de trabalho na prostituição e garantia de direitos de trabalho.


Loading. Please wait...

Fotos popular