Pravda.ru

Ciência

Psiquiatra procura na Internet 48 pedófilos para um teste

14.05.2007
 
Psiquiatra procura na Internet 48 pedófilos para um teste

Um psiquiatra francês procura, através da internet, 48 pedófilos que queiram participar de um teste comparativo de dois remédios, que atuam sobre o desejo sexual e poderiam ser utilizados para evitar ataques a menores.

 O projeto tinha forte apoio de Nicolas Sarkozy, quando  havia sido o ministro do Interior .  Serge Stoleru que trabalha no Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica da França (Inserm), espera recrutar com o anúncio colocado na sexta-feira na internet 48 pedófilos que tenham sido acusados do crime pelo menos uma vez, apesar de terem recebido tratamento psicoterápico ou com antidepressivos.

Segundo o jornal 7 sur 7, Stoleru admite que levará vários meses para localizar o número necessário de ex-detentos - a legislação proíbe este tipo de testes com pessoas presas - ou homens que nunca tiveram que responder à Justiça por seus atos.
Para isso, garante que "todos os dados e informações sobre os pacientes serão estritamente confidenciais" nos quatro serviços clínicos que participarão da experiência, em Paris, Lyon, Surennes e Villejuif.

O estudo do Inserm, co-financiado pelos ministérios da Saúde, da Justiça e da Pesquisa, tem como objetivo final a autorização dos remédios - caso se mostrem eficazes - para o tratamento da pedofilia.
As moléculas submetidas a testes são a cyproterona desenvolvida pelo laboratório Schering AG ( Androcur) e a leuprorelina, do Takeda,(Enantone) utilizadas para o tratamento do câncer de próstata e que atuam para diminuir a secreção da testosterona, hormônio masculino que regula o desejo sexual.

Stoleru deve realizar uma psicoterapia nos pacientes, paralelamente à administração dos remédios, e alerta para a criação de expectativas infundadas, já que "se trata apenas de criar uma ferramenta suplementar no tratamento destas pessoas, mas não é uma pílula milagrosa".
A peculiaridade das moléculas, em relação ao tratamento químico proposto para pedófilos reincidentes, é seu caráter reversível.

Os médicos tentarão estudar os mecanismos cerebrais que dirigem a atração sexual para crianças.
O pesquisador, que escreveu aos psiquiatras dos departamentos (estados) nos quais estão os centros clínicos envolvidos em seu trabalho, também aguarda a colaboração dos juízes penais para encontrar candidatos, além de seu novo site.

A questão da reincidência dos crimes de pedofilia foi objeto de várias leis na França nos últimos anos, a começar por uma de 1998, que impunha aos criminosos uma pena complementar que os obrigava a receber tratamento terapêutico. Outra lei, de dezembro de 1995, se refere explicitamente ao tratamento químico, que, no entanto, deve ser decidido por um médico - e não por um juiz - e ser realizado com o consentimento expresso do condenado.


Loading. Please wait...

Fotos popular