Pravda.ru

Ciência

Brasileiros satisfeitos com seus chefes

13.11.2007
 
Brasileiros satisfeitos com seus chefes

  Na sua maioria ( 64%) os funcionários no Brasil estão satisfeitos com  desempenho de seus chefes diz  uma pesquisa feita em seis países.  A pesquisa "O que é preciso para ser um bom gerente", realizada pela empresa norte-americana Kenexa Research Institute, ouviu 16 mil funcionários dos Estados Unidos, Brasil, Índia, China, Grã-Bretanha e Alemanha.

O objetivo central da enquete é avaliar a opinião dos empregados sobre seus gerentes. Na média, 63% dos entrevistados nesses seis países se dizem satisfeitos com os chefes. Os brasileiros ocupam o terceiro lugar na lista de satisfação dos funcionários, atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia, segundo BBC Brasil.

Nos seis países analisados pela pesquisa, um total de 12% dos funcionários afirma que seus chefes não são eficientes. De acordo com o estudo, a eficiência dos chefes é avaliada pela prática de conduta ética, pela avaliação de desempenho do funcionário, pelo tratamento justo dado aos empregados e pela gerência eficiente do volume de trabalho.

Todos os funcionários ouvidos pela pesquisa afirmam que o desempenho dos chefes afeta a decisão de continuar trabalhando na empresa e a satisfação geral com o ambiente de trabalho.

Para Jack Willey, diretor executivo do instituto Kenexa, "chefes que demonstram conduta ética, mostram consideração e respeito e têm uma relação aberta e pró-ativa com os subordinados, são capazes de criar unidades de forte desempenho e ainda conseguem manter os empregados talentosos".

O estudo aponta que há diferenças importantes entre os países que participaram da pesquisa. Os resultados mostram que os empregados na Grã-Bretanha têm a pior avaliação dos seus chefes, enquanto os funcionários indianos são os mais satisfeitos com o desempenho dos seus superiores.

Para os funcionários brasileiros, a boa conduta ética é fator determinante para avaliar a eficiência dos chefes. Segundo a pesquisa, 66% dos empregados ouvidos no Brasil acham que seus chefes são eficientes e apenas 10% acredita que o superior não é eficiente.

Os resultados revelam que 80% dos brasileiros ouvidos na pesquisa dizem que seus chefes tratam os empregados com respeito e 68% afirmam que o chefe apresenta boa conduta ética no ambiente de trabalho.

"Os chefes eficientes respeitam e são justos com seus funcionários. Eles conseguem demonstrar as expectativas de trabalho e dar um retorno positivo aos subordinados. Apesar de ser fácil conceituar, muitos chefes não conseguem adotar esta conduta no ambiente de trabalho, mas para aqueles que conseguem, os dividendos são enormes", diz Willey.


Loading. Please wait...

Fotos popular