Pravda.ru

Ciência

Guerreiro loiro de dois mil anos descoberto na Rússia

11.01.2007
 
Guerreiro loiro de dois mil anos descoberto na Rússia

Arqueólogos russos descobriram o corpo de um guerreiro de dois mil anos, conservado intacto no solo congelado, na região de Altai, nos confins russo-sino-mongóis, noticiou o jornal oficial russo “Rossisskaia Gazeta”.

O corpo encontrado é de um homem loiro com tatuagens no corpo. O guerreiro usava um manto de feltro com ornamentos em pele de zibelina e estava enterrado com desenhos representativos de criaturas mitológicas, segundo o jornal.

Os arqueólogos acreditam que se trate do corpo de um membro de elite de uma tribo de nômades, os Pazyryk, que povoaram as estepes euro-asiáticas entre os séculos VII e III a.C. Várias tumbas de Pazyryk já foram descobertas na região.

"É uma descoberta muito importante", disse Alexei Tichkine, um dos arqueólogos russos, destacando a "sorte" de o corpo do guerreiro estar em "solo congelado, onde ficou bem conservado".

Os restos do guerreiro foram enviados para investigações à Alemanha, a sua roupa, arma e desenhos são restaurados na Rússia.


Loading. Please wait...

Fotos popular