Pravda.ru

Ciência

Noruega começa construir o"cofre do fim do mundo"

09.02.2007
 
Noruega começa construir o"cofre do fim do mundo"

O projeto final do chamado "cofre do fim do mundo" que vai abrigar sementes de todas as variedades conhecidas de plantas com valor alimentício foi apresentado pelo governo da Noruega. A Caixa Forte Internacional de Sementes Svalbard será construida dentro de uma montanha em uma ilha remota perto do Pólo Norte.

O cofre tem o objetivo de salvaguardar a agricultura mundial de catástrofes futuras, tais como guerra nuclear, queda de asteróides e mudanças climáticas. A construção começa em março e o banco de sementes deverá entrar em operações em 2008, disse Carry  Fowler, o diretor do projeto.

O governo norueguês está custeando a construção da caixa forte - US$ 5 milhões. Ela terá espaço suficiente para armazenar 3 milhões de amostras de sementes. A coleta e manuntenção da coleção está sendo organizada pelo Global Crop Diversity Trust, que tem a responsabilidade de garantir a "conservação perpétua da diversidade das culturas".

A caixa forte de sementes será construida a uma profundidade de 120 metros dentro da montanha de Spitsbergen, uma das quatro ilhas que compõem Svalbard. Fowler disse que Svalbard, que fica mil quilômetros ao norte da costa da Noruega, foi o local escolhido porque é muito remoto e também oferece o nível de estabilidade exigido para o projeto de longo-prazo.


"Nós olhamos para bem longe no futuro. Nós vimos os níveis de radiação dentro da montanha, e nós vimos a estrutura geológica da área", afirmou. "Nós também fizemos uma simulação de mudanças climáticas drásticas dentro de 200 anos, que incluía o derretimento das calotas de gelo dos pólos Norte e Sul, e da Groenlândia, para nos certificarmos de que o local ficará acima do nível do mar nessas circunstâncias."


Ao construir uma caixa forte dentro da montanha, o solo permanentemente gelado continuaria a fornecer refrigeração natural em caso de falha do sistema mecânico, explicou Fowler.

Assim que estiverem dentro da caixa forte, as amostras serão armazenadas a uma temperatura de - 18º C. O período de tempo em que as sementes mantidas a esta temperatura conseguem manter sua capacidade de germinação depende da espécie.

Algumas culturas, como ervilhas, podem sobreviver por apenas 20 ou 30 anos. Outras, tais como girassóis e grãos, durariam por muitas décadas ou até por centenas de anos. Depois que a coleção estiver definida em Svalbard, Fowler disse que a caixa forte vai operar com muito pouca intervenção humana.


"Alguém irá lá uma vez por ano para fisicamente inspecionar lá dentro e ver se está tudo OK, mas não haverá funcionários em período integral", afirmou. "Se você projeta instalações para serem usadas nas piores situações possíveis, elas não podem realmente depender muito de seres humanos."


BBC Brasil


Loading. Please wait...

Fotos popular