Pravda.ru

Ciência

Cientistas russos elaboraram o remédio contra envelhecimento

07.11.2006
 
Cientistas russos elaboraram o remédio contra envelhecimento

O Instituto da Bio-engenharia Fisico-Quimica da Universidade Estatal de Moscovo Lomonossov (MGU) elabora um remédio contra o envelhecimento.

 Um grupo dos cientistas americanos e británicos em 2002 recebeu o Premio Nobel pelas investigações nesta área. Mas a verdade é que sua pesquisa envolveu os bichos.

O diretor do Instituto russo, Vladimir Skulachiov, com seu grupo trabalha com mamíferos e há poucas dias, no ámbito do festival da Ciência na MGU, apresentou um relatório que poderá se tornar o ponto de virada na Bio-engenharia.

Os cientistas russos  partem de que o envelhecimento é uma doença. Isso signifca que pode ser tratada – basta somente encontrar o medicamento. A morte, a partir do ponto de vista deles, é um determinado programa da auto-destruição que foi desde o inicio instalado em nossos genes, já o envelhecimento é somente seu instrumento. Segundo uma das hipoteses o culpado de tudo é o oxigenio.

Esta substância, sem a qual a vida seria inconcebivel, em determinado momento se transforma em veneno. Os cientistas decidiram tentar conectar os radicais perigosos do oxigênio e assim destruir os mecanismos do envelhecimento e morte.

 O acadêmico Vladimir Skulachiov, em uma entrevista ao jornal Izvestia disse :

” Em nosso grupo foi estruturado o antioxidante ultraforte de efeito direcional que especificamente se acumula num determinado lugar da nossa célula, a saber - nas mitochondrias. Nos EUA este antioxidante foi nomeado Skulachiov-ion. Este é o antioxidante de ações repetidas, que conseqüentemente é renovado pela própria após célula depois de operada. Os resultados da primeira aplicação desta substância em animais de laboratório são incentivadores.

Os testes realizados com animais velhos - ratos, gatos, cães, coelhos e cavalos. A doença deles estava relacionado com o envelhecimento – distrofia, inflamação da retina, o que leva a cegueira.

 Com ajuda das gotas de nossa substância   foi possível superar essas deficiências e os animais completamente cegos começaram a ver suficientemente bem… Mas isso é somente o inicio das experiências. Para o ano que vem planejamos os testes clínicos em pessoas. Existe a esperança de que verdadeiramente consigamos ajudar."

 Os cientistas proclamam como seu objetivo o prolongamento da vida. Não há nenhum discurso sobre a imortalidade, pois certamente que no final das contas, os acidentes e catastrofes não podem ser considerados – dizem eles. Aliás este tema é filosofico e implica em muitos dos pontos de vista. Os cientistas possuem seu ponto de vista: as suposições relativas ao mecanismo do prolongamento da vida podem estar incorretas, porem será ignorânia deixar de usá-las.

Se tudo der certo, então a humanidade obterá, provavelmente, um mais dos artigos mais valiosos e ao mesmo tempo dos presentes mais perigosos durante toda sua história. E como ele será usado, dependerá dele mesmo.

Com Voz da Rússia


Loading. Please wait...

Fotos popular