Pravda.ru

Ciência

Consolidator Grant para investigadora da Universidade de Coimbra

06.12.2016
 
Consolidator Grant para investigadora da Universidade de Coimbra. 25581.jpeg

Consolidator Grant para investigadora da Universidade de Coimbra

Uma bolsa Consolidator Grant do Conselho Europeu de Investigação (ERC), no valor de 1,9 milhões de euros, foi atribuída a Silvia Rodriguéz Maeso, investigadora do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra (UC), para concretizar o projeto de investigação...

Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra vence bolsa ERC «Consolidator Grant», no valor de 1,9 milhões de euros

Uma bolsa Consolidator Grant do Conselho Europeu de Investigação (ERC), no valor de 1,9 milhões de euros, foi atribuída a Silvia Rodriguéz Maeso, investigadora do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra (UC), para concretizar o projeto de investigação «POLITICS - The politics of anti-racism in Europe and Latin America: knowledge production, decision-making and collective struggles».

O projeto de Silvia Maeso tem como desafio inovador aprofundar o conhecimento sobre o antirracismo, proporcionando uma maior compreensão sobre a forma como as injustiças historicamente enraizadas estão a ser questionadas por instituições e movimentos sociais de base.

O estudo a efetuar tem dois objetivos principais: a) a análise de processos de produção de conhecimento sobre "raça" e (anti)racismo nas esferas da política governamental (inter)nacional, universidades públicas e movimentos sociais; b) a análise dos múltiplos caminhos de denúncia e mobilização coletiva contra o racismo quotidiano em relação às práticas policiais e às representações sobre (anti)racismo nos meios de comunicação social.

Este estudo desafia as lacunas nos estudos comparativos que têm trabalhado a partir de abordagens meramente avaliativas, sustentando-se em contextos de pesquisa que permitem interrogar as relações entre os níveis global, nacional e local, nomeadamente as realidades das Nações Unidas, a Organização dos Estados Americanos (OAS), da União Europeia (UE) e das políticas públicas, universidades públicas e movimentos de base em 4 países: Brasil, Peru, Portugal e Espanha. POLITICS procurará desvendar a configuração de diferentes noções de dignidade, justiça e igualdade resultantes das lutas antirracistas e das políticas públicas e a legislação recentes, que nos permitam pensar horizontes descoloniais. 

Neste concurso para Consolidator Grant, o ERC recebeu mais de 2300 candidaturas, com apenas cerca de 10% a conseguirem aprovação. O objetivo do ERC é o de apoiar os/as investigadores/as numa fase em que estão a consolidar as suas equipas de investigação independentes.

Doutorada em Sociologia Política (Universidade do País Basco), Silvia Maeso é investigadora principal do CES, onde integra a equipa do Núcleo de Estudos sobre Democracia, Cidadania e Direito (DECIDe).

É professora nos Programas de Doutoramento «Democracia no Século XXI» e «Human Rights in Contemporary Societies» e no Mestrado Internacional «Roads to Democracy(ies)» (UC/University of Siegen). É ainda membro do Comité de Redação da revista e-cadernos ces e do Comité Editorial de Papeles del CEIC.

Este é já o sexto financiamento do ERC que o CES obtém, num total de mais de 9 milhões de euros. Depois da Advanced Grant atribuída a Boaventura de Sousa Santos (2010), no valor de 2,4 milhões de euros, para o projeto de investigação «ALICE - Espelhos estranhos, lições imprevistas: definindo para a Europa um novo modo de partilhar as experiências do mundo», das Starting Grants outorgadas a Ana Cristina Santos (2013), para realizar o projeto «INTIMATE - Cidadania, Cuidado e Escolha: A Micropolítica da Intimidade na Europa do Sul» (1,4 milhões de euros), e a Miguel Cardina (2016), para desenvolver o projeto «CROME - Memórias cruzadas, políticas do silêncio: as guerras coloniais e de libertação em tempos pós-coloniais» (1,4 milhões de euros), e das Consolidador Grants atribuídas a Margarida Calafate Ribeiro e Helena Machado (2015), para desenvolverem, respetivamente, os projetos «MEMOIRS - Os Filhos dos Impérios e Pós-Memórias Europeias» (1,9 milhões euros) e «EXCHANGE - Geneticistas forenses e a partilha transnacional de informação genética na União Europeia: relações entre ciência e controlo social, cidadania e democracia» (1,8 milhões de euros).

Universidade de Coimbra

 


Loading. Please wait...

Fotos popular