Pravda.ru

Ciência

População petroleira será medida por scanners tridimensionais do INT

06.05.2009
 
População petroleira será medida por scanners tridimensionais do INT

O Instituto Nacional de Tecnologia (INT/MCT) coletará medidas antropométricas dos trabalhadores da área de petróleo e gás. A atividade será feita em parceria com a Petrobras, com recursos do CTPetro, repassados pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep/MCT), que possibilitaram a compra de dois scanners tridimensionais a laser.

O equipamento, primeiro do gênero na América Latina, será levado para unidades operacionais e refinarias nas regiões Sudeste e Nordeste, para que seja feito o levantando das medidas precisas da superfície corporal dos trabalhadores nessas unidades.

A partir dos dados coletados, serão feitas simulações da atividade humana em cenários virtuais. Será possível, assim, analisar com precisão as condições de uso de equipamentos, postos e ambientes de trabalho, gerando subsídios para mapear riscos, otimizar a produtividade e assegurar a segurança dos trabalhadores. O projeto, coordenado pela engenheira de produção Maria Cristina Palmer Zamberlan, chefe do Laboratório de Ergonomia (Laber) do INT, tem duração mínima prevista de um ano e meio.

O scanner tridimensional a laser de corpo inteiro - modelo WBX - foi instalado no Laber no final de março, juntamente com outro equipamento semelhante - o PX - usado exclusivamente para escanear detalhes da face e cabeça. O custo total do equipamento foi de US$ 377 mil. Além de projetar a interação humana com ferramentas e máquinas, a pesquisa torna possível projetar locais de trabalho mais seguros e ergonicamente adequados ao setor petrolífero. Os dados antropométricos podem ainda ser utilizados para aprimorar equipamentos de proteção individual usados pelos petroleiros.

A equipe de pesquisadores do Laber está em fase de treinamento no uso do scanner, aguardando autorização da Petrobras para iníiciar a primeira pesquisa antropométrica 3D realizada na América Latina. O projeto seguirá diretrizes da Política de Segurança, Meio Ambiente e Saúde (SMS) da Petrobras.

Os equipamentos adquiridos pelo Laber, tanto de corpo inteiro como o de face, funcionam com quatro cabeças de laser, acoplados a câmeras. A coleta de dados é feita associando a varredura por raio laser ao sistema RGB - semelhante ao dos tubos de imagem de TV - que garantem não só a coleta das dimensões (altura, comprimento e porfundidade), como as texturas e cores das pessoas e objetos escaneados. A resolução do equipamento é de 30 mil pontos por segundo.

Com o scanner a laser 3D, o Laber está capacitado a desenvolver pesquisas antropométricas voltadas as mais diversas áreas. Um próximo projeto do laboratório se destinará ao setor têxtil. O principal objetivo dessa nova pesquisa será gerar tamanhos padrão adequados ao perfil dimensional dos brasileiros.

Atuando na área de pesquisas antropométricas desde a década de 70, o INT representa a América Latina no World Engineering Anthropometry Resource (Wear), a convite da coordenação do grupo. Além do Brasil, a organização agrega os Estados Unidos, a África do Sul, o Japão, a Holanda, a França, a Coréia do Sul, Taiwan e Austrália, e tem como principal objetivo a criação de uma base mundial de dados antropométricos.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República


Loading. Please wait...

Fotos popular