Pravda.ru

Ciência

Cooperação entre Portugal e os EUA na Ciência e o Ensino Superior

06.05.2008
 
Cooperação entre Portugal e os EUA na Ciência e o Ensino Superior

Por ocasião dos 48 anos da Comissão Fulbright – Comissão Cultural Luso-Americana, criada em 1960 por Acordo assinado entre o Governo Português e o Governo dos Estados Unidos da América para intercambio educacional, (v.anexo Programa Fulbright), vai realizar-se na 4ªfeira, 7 de Maio, às 18h., na Reitoria da Universidade de Lisboa uma conferência sobre o tema Cooperação entre Portugal e os EUA na Ciência e o Ensino Superior.

Participam o Embaixador dos EUA em Portugal, Thomas F. Stephenson, Paulo Ferrão, Director do Programa MIT- Portugal, António Nóvoa, Reitor da Universidade de Lisboa e Manuel Heitor, Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Programa


www.fulbrightportugal.org

O Programa Fulbright

O Programa Fulbright foi criado por proposta do Senador J. William Fulbright no pós Segunda Guerra Mundial com o objectivo de estabelecer um programa de intercâmbio cultural e educacional para estudantes e professores que promovesse a paz e combatesse os antagonismos decorrentes das diferenças culturais entre os países. A legislação que deu origem ao Programa Fulbright foi assinada pelo Presidente Truman em 1946.

O Programa Fulbright é administrado pelo Departamento de Estado , e implementado sob a orientação e a supervisão do J. William Fulbright Foreign Scholarship Board (FSB), composto por 12 membros ligados aos meios académicos e culturais, nomeados pelo Presidente dos Estados Unidos da América. O Programa é administrado através de Comissões bi-nacionais e Fundações em 51 países e das Embaixadas americanas em todo o mundo, num total de 140 países. A gestão do Programa conta ainda com a colaboração de organizações de carácter privado, como é o caso do Institute of International Education (IIE), que assiste as Comissões Fulbright e as Embaixadas dos EUA na administração do Programa Fulbright para Estudantes, e do Council for International Exchange of Scholars (CIES), afiliado ao IIE, que colabora na administração do Programa Fulbright para Professores Universitários e Investigadores.

A Comissão Fulbright

O Programa Fulbright é administrado em Portugal pela Comissão Fulbright – Comissão Cultural Luso-Americana, criada em 1960 por Acordo assinado entre o Governo Português e o Governo dos Estados Unidos da América.

O Conselho Directivo da Comissão é constituído por 4 representantes do governo americano e 4 representantes do governo português, sendo o Embaixador dos Estados Unidos da América em Portugal o seu Presidente Honorário. Os representantes do Governo Português são nomeados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (2 representantes), pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros e pelo Ministério da Educação.

A Comissão conta com um Secretariado que assegura a gestão do programa de bolsas.

Desde a fundação do Programa Fulbright em Portugal há 48 anos atrás, mais de 1200 estudantes e professores portugueses e cerca de 700 norte-americanos receberam bolsas Fulbright numa variedade de áreas académicas.

Para além da função de administrar o Programa Fulbright, a Comissão Fulbright constitui a única fonte de informação em Portugal sobre estudos universitários nos EUA através do Centro de Informação Fulbright, a funcionar no Edifício da Reitoria da Universidade de Lisboa.

A Fulbrighters Portugal - Associação de Bolseiros e Amigos do Programa Fulbright, foi criada em 2004 e tem como fim essencial o desenvolvimento de actividades envolvendo bolseiros e amigos da Comissão Fulbright (Comissão Cultural Luso-Americana) no quadro da aplicação do Programa Fulbright, como forma de promoção do intercâmbio cultural entre Portugal e os Estados Unidos da América.

Para a prossecução dos seus fins, a Associação propõe-se, designadamente:

1.Promover acções e iniciativas que mantenham e estreitem os laços entre os actuais e antigos bolseiros do Programa Fulbright em Portugal;

2.Desenvolver o intercâmbio com Associações congéneres estrangeiras, através de iniciativas de interesse comum, nomeadamente na concessão de apoio aos respectivos membros envolvidos em projectos científicos, profissionais e culturais, no âmbito do Programa Fulbright, em Portugal e no estrangeiro;

3.Colaborar com a Comissão Cultural Luso-Americana na divulgação do Programa Fulbright, nomeadamente junto das instituições e empresas a que estejam ligados os actuais e antigos bolseiros Fulbright;

4.Promover iniciativas com vista ao reforço e aprofundamento dos objectivos do Programa Fulbright, nomeadamente através da captação de apoios, inclusive de natureza financeira, para o desenvolvimento de iniciativas científicas, profissionais e culturais;

5.Apoiar a realização pessoal e profissional dos seus associados, no respeito pelos objectivos prosseguidos pelo Programa Fulbright.


Loading. Please wait...

Fotos popular