Pravda.ru

Ciência

Governo destina R$ 22 milhões para pesquisa de biodiesel

04.09.2008
 
Governo destina R$ 22 milhões para pesquisa de biodiesel

O governo federal criou mais um incentivo para o desenvolvimento da cadeia produtiva do biodiesel no Brasil. Por meio de quatro editais lançados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Ministério de Ciência e Teconologia (MCT), o governo vai repassar R$ 22 milhões a pesquisas relacionadas à produção de biodiesel. Os recursos são do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), por meio do Fundo Setorial de Agronegócios (CT-Agro) e do Ministério da Pesca e Aqüicultura (MPA).

Voltado para apoiar o cultivo de plantas, com ciclo curto de desenvolvimento, que resultem na produção de matéria-prima para o biodiesel, o edital nº 28/2008 vai investir R$ 4,5 milhões em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação. As propostas devem abordar estudos sobre o potencial produtivo de oleaginosas de ciclo curto cultivadas preferencialmente com culturas de inverno ou safrinha, para a produção de matéria-prima graxa para produção do biodiesel, ou sobre pós-colheita de grãos das espécies oleaginosas de ciclo curto.

O segundo edital, com recursos de R$ 5 milhões do FNDCT, vai apoiar projetos, que contemplem o uso de co-produtos associados à cadeia produtiva de biodiesel. Os temas que serão contemplados nesta ação incluem desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação de produtos para uso na alimentação animal, remediação ambiental, produção de energia elétrica e aplicação na química e biotecnologia, além do desenvolvimento de novos materiais para atender exigências de mercado, e na avaliação de impactos ambientais e na saúde.

Lançado na primeira semana de setembro, o edital nº 46/2008 é um investimento de R$ 8 milhões, do FNDCT, em atividades de pesquisa que desenvolvam processos de obtenção de biodiesel via rota etílica. As propostas deverão abordar os temas de desenvolvimento desses sistemas, seja pela rota de esterificação de ácidos graxos ou pela transesterificação de óleos e gorduras, e o desenvolvimento de protótipos de bancada para a produção de biodiesel em regime contínuo.


Descentralização - Na busca da descentralização regional com a distribuição de recursos mais justa aos pesquisadores de todo País, o CNPq destinará uma parcela mínima de 30% dos valores totais dos editais lançados para projetos coordenados por pesquisadores vinculados a instituições sediadas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Incluindo também as respectivas áreas de abrangências das Agências de Desenvolvimento Regional.

O edital nº 26/2008 é uma parceria entre o MCT, o CNPq e o Ministério da Pesca e Aqüicultura, que investirá R$ 4,5 milhões para a produção de biodiesel a partir de microalgas. Os projetos deverão ter o valor máximo de R$ 500 mil e abordarem temas como o desenvolvimento de técnicas de cultivo de microalgas que apresentem baixo custo e visem à maximização da produtividade em óleo como matéria-prima para a produção do biodiesel.


Também serão apoiados projetos que avaliem a viabilidade econômica do processo global do cultiva até a obtenção de biodiesel, projetos que proponham processos mais econômicos e eficientes que os convencionalmente usados para coleta de microalgas e extração de óleo, e propostas de desenvolvimento de fotobioreatores contínuos para a produção de microalgas voltadas pra a produção do biodiesel, ou desenvolvimento de tecnologias de baixo custo para o aproveitamento de biomassa residual de microalgas para extração de óleo, entre outros temas.


Os pesquisadores interessados em concorrer aos editais podem inscrever suas propostas, por meio do formulário online disponível no endereço eletrônico do CNPq: http://www.cnpq.br/

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República


Loading. Please wait...

Fotos popular