Pravda.ru

Ciência

Ainda sonhamos ou tudo será sempre pesadelo?

02.07.2007
 
Pages: 12

“Rios sem discurso” analisa a violência na infância, a falta de limites dos jovens, o fracasso escolar e a redução da maioridade penal. Fornece-nos elementos para entendermos o que faz as crianças serem consideradas “capetas em forma de guris”, o significado do incômodo causado por elas na sociedade, enfim, nos conduz para além de se pensar medidas meramente restritivas. O cerne da reflexão feita pela autora, e a que inevitavelmente chegará o leitor, é: quem se importa com essas crianças? Quem se propõe a entender os apelos feitos por elas por meio de seus atos destrutivos? O que se pode fazer para que uma criança não venha a ter como limite somente as barras de uma prisão ou a própria morte? Afinal, quem é o delinqüente neste país anômico?

Talvez essas sejam algumas das muitas perguntas que “Rios sem discurso” nos coloca e, dessa forma, implica-nos pensar qual a nossa parte nesse latifúndio chamado sociedade. A autora produziu uma prática clínica que afirma os direitos humanos para as vidas precárias; reafirmando sua possibilidade incondicional de existência e seu acolhimento dentro da polis. Trata-se de aprendermos com ela e podermos pensar não apenas em oferecer uma escuta, uma comunicabilidade com os desfiliados, mas resgatar os instrumentos de justiça, fazendo-os valer de verdade, no mundo real, não apenas no papel, quando só servem aos que deles lançam mão com suas próprias e convenientes interpretações. Ou será que, numa sociedade marcada pelo desamor, já morreram todos os sonhos de justiça?

(*) Maria Helena Zamora é Doutora em Psicologia, professora do Departamento de Psicologia da PUC-Rio, Vice-Coordenadora do LIPIS (Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa e Intervenção Social), ligado à Vice-Reitoria Comunitária da PUC-Rio.

(**) Maria Vitória Mamede Maia é Doutora em Psicologia Clínica PUC-Rio, Mestre em literatura Brasileira PUC-Rio, Psicóloga clínica, Psicopedagoga clínica UNICEUB-CEPERJ, Professora da Pós-Graduação em Psicopedagogia - CEPERJ, Professora da Pós-Graduação em Educação a Distância do CCEAD-PUC-Rio e Membro do Fórum de Formação em Psicanálise do CPRJ.

.

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular