Pravda.ru

Federação Russa

Salão Naval Internacional vende corveta de nova geração

29.06.2007
 
Salão Naval Internacional vende corveta de nova geração

Foi inaugurado em São Petersburgo esta-quinta-feira (28) o Salão Naval Internacional, em que participam cerca de 400 companhias dos 28 países. Estão amplamente representadas nele os principais produtores russos de equipamentos navais para exportação, noticia Voz da Rússia.

Em 2007 o volume de exportação desses equipamentos será de aproximadamente dois bilhões de dólares , informou aos jornalistas o vice-diretor geral da companhia “Rosoboronexport” Vladimir Pakhomov.

Ele assinalou que na Rússia não existem planos de exportação de submarinos atômicos. Ao mesmo tempo é bem ampla a lista de equipamentos navais de exportação e o número de países compradores de armas russos aumenta constantemente. Gozam de grande procura no mercado mundial os navios e complexos de mísseis produzidos por empresas russas. Eles são altamente competitivos.

A Rússia, ao lado dos EUA, Alemanha, Austrália e Japão, entra no quinteto de líderes, que ocupam o nichos mais significativos no amplo e promissor mercado dos países do Sudeste asiático. Moscou exporta para lá submarinos, fragatas e lanchas de mísseis.

Nos últimos tempos despertam interesse especial no mundo as corvetas, porque têm amplo uso: proteção das fronteiras marítimas, das águas territoriais, combate à imigração ilegal e pirataria. Os visitantes do salão podem ver um dos modelos de navios russos de nova geração, a corveta "Stereguchi", na doca .

Segundo o sub-comandante geral da Marinha de Guerra da Rússia, almirante Mikhail Zakharenko:
"A nova corveta “Stereguchi” é navio do século XXI. El,e é equipado com modernos conjuntos de radares, artilharia, anti-navios e aéreos. É um navio ímpar que possibilidade realizar tarefas múltiplas com objetivos marítimos, terrestres, submarinos e aéreos."

Os especialistas assinalam que os complexos de mísseis e mísseis anti-aéreos para navios de guerra não se comparam a nenhum outro. São sobretudo eficazes os complexos “Kalibr”, “Iakhont”, e “Moskit”. O equipamento dos navios com o sistema integrado de mísseis “Club” possibilita combater com êxito navios e submarinos e até mesmo objetivos costeiros. O complexo universal “Uran”, fornecido a uma série de países asiáticos, pode ser usado como navios pequenos, por exemplo, lanchas de mísseis e também fragatas e corvetas.

Os trabalhos do salão duraram quatro dias . Os especialistas esperam que nele serão assinados contratos de centenas de milhões de dólares.  Hoje “Rosoboroexport” e a francesa Thales Naval Division firmaram um  memorando de entendimento para cooperação na àrea da podução da técnica naval. Também os representantes da Força Naval indonésia fizeram uma emenda para a  construção  na base de  corveta “Stereguchi" ( modificação "Tigre") de uma série de corvetas.

 Mais sobre armamento russo


Loading. Please wait...

Fotos popular