Pravda.ru

Federação Russa

Parada gay em Moscovo

29.05.2006
 
Parada gay em Moscovo

  Neste sábado os cerca de mil policiais presentes nas proximidades da Praça Vermelha, no centro de Moscou, começaram a agir quando os manifestantes (100 pessoas)  da Parada  gay  depositaram flores no túmulo do Soldado Desconhecido, um símbolo da resistência soviética durante a Segunda Guerra Mundial.


  Os militantes gays   disseram que relacionam sua luta com a resistência ao fascismo dos anos 1940. Dos detidos, cerca de 50 são simpatizantes pró-homossexuais e 20 integrantes de grupos religiosos ou nacionalistas que se opuseram ao evento.Os opositores  dos direitos gays gritavam “Moscovo nao é Sodoma”.


O prefeito de Moscou, Yuri Luzhkov disse ter proibido a marcha porque o homossexualismo”'não é algo natural “ posição compartilhada por grupos cristãos e muçulmanos.
Ele disse que não permitiria um evento do gênero enquanto estiver no cargo.


Loading. Please wait...

Fotos popular