Pravda.ru

Federação Russa

Nanotecnologia: Na senda de uma Rússia de alta tecnologia

28.04.2010
 
Nanotecnologia: Na senda de uma Rússia de alta tecnologia

A Rússia criou a primeira empresa para aplicar a nanotecnologia comercialmente. A notícia foi anunciada ontem por Anatoly Chubais, CEO da Rosnano e o Vice-Primeiro-Ministro, Sergey Ivanov. Os primeiros itens provenientes deste projeto serão instrumentos nano-revestidos de carboneto para serem usados em indústrias de construção de máquinas.


A nanotecnologia, (do grego Nanos, anão) lida com o estudo da matéria em escala atômica e molecular, ou seja, de 100 nanômetros (um bilionésimo de metro) ou menor e criando dispositivos ou materiais desse tamanho. As aplicações são vastas, que vão desde o desenvolvimento de novos materiais e compostos, extensões para a física do dispositivo, desde a aplicação de auto-montagem molecular até mecanismos de controlo sobre a matéria atômica. O impacto imediato dessa pesquisa cria novas abordagens para a área da medicina (por exemplo, atacar tumores), implicações mais amplas para a indústria eletrônica (produtos de silício) e novas opções para a produção de energia (células fotovoltaicas).


A nova fábrica será inaugurada em Rybinsk, região de Yaroslavl. Será administrada pela Nova Instrumental Solutions e o capital pertencerá a Rosnano (49,8%), Saturno e Gazprombank (25,1% cada). Para Anatoly Chubais, "De um ponto de vista técnico, o projeto é de nível mundial. Esta tecnologia, devido à sua eficácia e nível técnico, será capaz de resolver problemas não só para ferramentas de corte de metal, mas também para outros tipos de produtos ".


Prometendo desenvolver um modelo de negócio que é competitivo com as marcas líderes mundiais, Chubais explica que a produção da empresa deverá atingir 150 mil unidades em 2014 (capacidade máxima), no valor de 1.275 milhões rublos (US $ 40 milhões) em vendas. O investimento, segundo o governo regional de Yaroslavl, é de mil milhões de rublos (32,5 milhões de dólares).


Na senda de uma Rússia de alta tecnologia


Outras áreas nas quais Rosnano está envolvido:


A produção de lâmpadas LED, que são baseados na emissão de diodos e garantem uma longa vida útil. A fábrica situa-se perto de Saint Petersburg e Rússia pretende eliminar progressivamente as lâmpadas incandescentes definitivamente até 2014;


O desenvolvimento de medicamentos antioxidantes que agem contra o envelhecimento através do emprego de íones biologicamente ativos. Testes em animais de laboratório revelaram sucessos dramáticos nas taxas de longevidade;


Em Irkutsk, Rosnano está impulsionando sua produção de silício;


A fábrica de Chuvashia, no Alto Volga, produz células fotovoltaicas.


Rosnano pretende ter mais de 100 unidades de produção aberto em 2015 e está activamente envolvida em mais de sessenta projectos de investigação e desenvolvimento.


Timothy BANCROFT-HINCHEY
PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular