Pravda.ru

Federação Russa

Rússia e Ucrânia eliminam demandas mútuas após acordo sobre gás

27.12.2019
 
Rússia e Ucrânia eliminam demandas mútuas após acordo sobre gás. 32374.jpeg

Rússia e Ucrânia eliminam demandas mútuas após acordo sobre gás

Moscou, 27 de dezembro (Prensa Latina) A Rússia e a Ucrânia eliminaram todas as demandas mútuas, depois de concordar em acordos com o trânsito de gás para a Europa, afirmou o ministro da Energia deste país, Alexander Novak.

Desde 1ú de janeiro, ambas as partes anularam o restante de suas reivindicações mútuas, disse Novak, que também esclareceu que não há mudanças nos acordos preliminares que devem ser assinados, finalmente, neste dia entre as empresas russas e ucranianas do setor.

A Rússia terá que pagar dois bilhões e 900 milhões de dólares à empresa ucraniana Naftogaz, como parte de uma decisão de um tribunal de apelações em Estocolmo.

A esse respeito, Novak lembrou as declarações do vice-primeiro-ministro russo Dmitri Kozak, que disse que o dinheiro era uma 'gota no mar' em comparação com as complicações que trariam a falta de compromisso e a continuidade do curso das demandas de ambas as partes. .

A empresa russa Gazprom assina um contrato de trânsito de gás com o Operador do Sistema Nacional de Gasoduto da Ucrânia (SNGU), enquanto a Naftogaz inicia outro acordo sobre reserva de potencialidades para remessas futuras por essa rota.

O Ministro da Energia da Rússia disse que a Rússia manterá, por enquanto, o emprego do SNGU, já que a demanda por combustível aumenta na Europa e essa rota será necessária.

Certamente, os volumes do passado nunca serão alcançados, quando houver entre 90 e 100 bilhões de metros cúbicos de gás por ano na Europa. Além disso, o referido gasoduto está em condições delicadas e requer modernização, disse ele.

O acordo prevê que em 2020 a Rússia enviará 65 bilhões de metros cúbicos de gás através do SNGU e entre 2021 e 2024, 40 bilhões anualmente passarão por ele. A Novak não excluiu a possibilidade de aumentar um pouco o volume se a demanda fosse necessária.

A Ucrânia buscou a aprovação da União Européia para aplicar suas regras no trânsito de gás russo, mas essas negociações no momento não tiveram resultados.

Kiev desejou que a compra de gás russo pelos estados europeus fosse realizada na fronteira da Rússia com a Ucrânia, em vez de fazê-lo como na fronteira da Ucrânia com o resto dos países europeus.

Dessa forma, as autoridades ucranianas evitarão chamar o gás russo para o combustível adquirido em seu próprio território, sendo desviados da torrente que passa pelo gasoduto para a Europa.



tgj/to/jcfl

https://www.prensalatina.com.br/index.php?o=rn&id=28103&SEO=russia-e-ucrania-eliminam-demandas-mutuas-apos-acordo-sobre-gas

 


Fotos popular