Pravda.ru

Federação Russa

Protestos na Estónia contra desmantelamento do Soldado Libertador: primeiras vítimas

27.04.2007
 
Protestos na Estónia contra desmantelamento do Soldado Libertador: primeiras vítimas

Na noite de ontem (26) o governo da Estónia tomou a decisão de desmantelar o monumento ao Soldado Libertador em Tallinn , a capital da República.

“Na madrugada desta sexta-feira esta decisão foi cumprida e o Soldado de Bronze foi desmatelado”, informaram as fontes oficiais do govrno estonoano, segundo Ria-Novosti.

O desmontelamento foi realizado acompanhado pelos  protestos dos manifestantes. Cerca de 3 000  pessoas se reuniram perto do monumento e tentaram  interromper o início de trabalhos de exumação dos restos mortais dos soldados soviéticos encontrados cerca do monumento. A polícia dispersou de forma violenta os protestantes usando o gás  lacrimogêneo e as granadas de fumo.

 Veja fotos

A operação policial levou à morte de uma pessoa e a ferimento de dezenas de civís. Segundo a versão russa da Pravda os destúrbios na capital estoniana  continuam.

 "A Estónia tenta reescrever a Segunda Guerra Mundial e consideramos desumana a exumação de cadáveres do monumento", disse o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores russo, Mikhail Kaminin.

"É claro que isso influirá nas relações bilaterais", disse o porta-voz. A Chancelaria russa entregou ao embaixador estoniano em Moscou uma nota de protesto.

 Lyuba Lulko


Loading. Please wait...

Fotos popular