Pravda.ru

Federação Russa

Kassianov apela ao boicote às eleições depois de rejeitado a sua candidatura

27.01.2008
 
Kassianov apela ao boicote às eleições depois de rejeitado a sua candidatura

Rejeitou hoje a Comissão eleitoral russa registar a candidatura Mikhail Kassianov, do antigo primeiro-ministro às eleições presidenciais de 2 de Março, o que deixa o escrutínio sem nenhum candidato da oposição liberal. Kassianov apelou ao boicote às eleições, informa o Publico.pt.

A Comissão eleitoral afirma que mais de 80 mil dos dois milhões de assinaturas de apoio recolhidas por Kassianov não são válidas.

Kassianov recolheu um total de 2,063 milhões de assinaturas. Segundo uma análise a 600 mil assinaturas, 80.147 foram consideradas “não válidas”, ou seja, 13,36 por cento das assinaturas verificadas. O limite tolerado pela lei russa é de cinco por cento, explicou a comissão.

“Apelo aos cidadãos para não votarem, para não participarem nesta farça”, disse Kassianov aos jornalistas pouco depois do anúncio da decisão da comissão.

“Não vamos renunciar à luta, mas penso que não vamos recorrer ao Supremo Tribunal, porque faz parte da verticalidade do poder” criado pelo Kremlin, afirmou um representante de Kassianov na Comissão Eleitoral, Konstantin Merzlikin.

“As pessoas que aspiram à democracia não terão nenhum candidato às presidenciais”, lamentou Lev Ponomarev da organização não governamental (ONG) Para os Direitos Humanos.

“A recusa de registar Kassianov é uma acção deliberada que diminui o lado democrático destas eleições”, comentou Lioudmila Alexeïeva, presidente do grupo Helsínquia de Moscovo.


Loading. Please wait...

Fotos popular