Pravda.ru

Federação Russa

Rússia rejeitou a proposta americana sobre escudo antimísseis

26.10.2007
 
Rússia rejeitou a proposta americana sobre escudo antimísseis

O ministro russo de Defesa, Anatoli Serdiukov, rejeitou ontem (25) a proposta dos Estados Unidos formulada pelo secretário americano de Defesa, Robert Gates sobre monitoramento das novas instalações do escudo antimísseis na Polônia e na República Tcheca e sua estadia na posição "stand-by", ou seja, não em estado de operação completa.

"Tudo o que nos foi proposto não nos satisfaz. Nossa posição continua sendo a mesma", disse Serdiukov, depois de se reunir com seus colegas de 26 países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na cidade de Noordwijk na Holanda.

Apesar de não aceitar a oferta o ministro russo garantiu que Washington está "começando a entender melhor" as preocupações de Moscou.

Os Estados Unidos negociam há um ano a instalação de 10 mísseis antimísseis na Polônia e um radar na República Tcheca, diante da firme oposição da Rússia, que vê nas aspirações americanas uma ameaça contra seus interesses vitais.

"No que diz respeito às relações entre a Rússia e a Otan, há uma série de questões que por enquanto não encontramos um ponto de contato. Isto diz respeito, em primeiro lugar, ao Tratado sobre Forças Convencionais na Europa (FCE) e ao escudo", insistiu Serdiukov.

O ministro russo explicou "ter exposto uma vez mais a posição da Rússia", durante reunião informal com a Otan.

Esta posição inclui a ameaça russa de suspender o tratado FCE em 12 de dezembro se os países membros da Otan não ratificarem antes desta data uma versão deste acordo que recebeu emendas em 1999.

Por sua vez, para cumprir com a exigência de Moscou, a Otan pede que a Rússia retire todas as suas forças da Geórgia e da Moldávia, duas ex-repúblicas soviéticas, mas a questão parece se encontrar em ponto morto.

Já o secretário-geral da Otan, Jaap de Hoop Scheffer, pediu que Moscou considere cuidadosamente a oferta dos Estados Unidos sobre o escudo antimísseis. "Acredito que seja uma oferta substancial", disse De Hoop Scheffer.

"Só posso esperar que a Federação Russa continue sua discussão com seus amigos americanos em uma atmosfera construtiva e de uma forma construtiva", acrescentou.


Loading. Please wait...

Fotos popular