Pravda.ru

Federação Russa

Rússia abre novo centro de alerta de ataques com mísseis

25.12.2006
 
Rússia abre novo centro de alerta de ataques com mísseis

O ministro da Defesa da Rússia, Serguei Ivanov, inaugurou na sexta-feira um centro de alerta de ataques com mísseis dotado de um potente radar e situado na região de Leningrado (São Petersburgo), no noroeste do país. 

"Com a entrada em serviço deste centro, se tornou possível tapar o ponto cego no campo de rádio-localização do país, criado há sete anos após o fechamento do radar em Skrunde" (na Letônia), disse Ivanov, citado pela agência "Interfax".


Além disso, "as capacidades técnicas desta nova estação de radar permitem utilizá-la não só como um sistema de advertência de ataques com foguetes mas também como elemento importante do conjunto russo de defesa antimísseis e antiaérea", afirmou o ministro.

O chefe do Estado-Maior das Forças Espaciais, o general Alexandr Kvasnikov, explicou que a estação, batizada com o nome da cidade de Voronezh, é capaz de controlar o espaço aéreo "do Pólo Norte até o sul da África".

Kvasnikov ressaltou também que o centro Voronezh foi construído no prazo recorde de 18 meses. Antes, o prazo era de entre 5 e 9 anos, como foi o caso dos radares soviéticos Dnieper e Darial, instalados por Ucrânia e Azerbaidjão, respectivamente.

Uma das vantagens da nova estação-radar em relação às duas mencionadas é seu baixo consumo de energia, que não supera 0,7 megawatts, ao tempo que a Dniepr precisa de dois megawatts e a Darial, até 50 megawatts.


Além disso, a estação de Voronezh é composta por 23 módulos, enquanto a Dnieper tem 180 e a Darial, 4.070.

As Forças Espaciais da Rússia também anunciaram hoje que no segundo semestre de 2007 será colocada em serviço outra estação-radar, que está sendo construída perto da cidade de Armavir, na região de Krasnodar.

 EFE 


Loading. Please wait...

Fotos popular