Pravda.ru

Federação Russa

Putin propôs a Reino Unido a "mudar o cérebro"

25.07.2007
 
Putin propôs a Reino Unido a "mudar o cérebro"

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ontem (24) num encontro com jovens em sua residência em arredores de Moscou , Zavidivo, não poupou as palavras para condenar a pressão britânica pela extradição de Andrei Lugovoi acusasdo pela Procuradoria britânica  de ter envenenado e matado o ex-agente russo Alexander Litvinenko.

 "Em Londres, eles têm 30 pessoas que são procuradas pela nossa justiça pelo envolvimento em crimes graves ou muito graves. E não querem saber!

 E entretanto distribuem recomendações, exigências que insultam o nosso país e o nosso povo... Dizem-nos para mudar a Constituição! O que eles precisam é de mudar o cérebro, não a Constituição!"

"E posso dizer-vos porquê! Porque o que eles propõem é um vestígio óbvio do pensamento colonialista!"

"Eles devem ter esquecido que a Grã-Bretanha não é mais uma potência colonial, que não restam mais colônias, e, graças a Deus, a Rússia nunca foi uma colônia britânica", disse Putin.

O chefe da diplomacia britânica, David Miliband,  mostrou arrogância e desprezo ao "adversário" ao aconselhar que a Rússia alterasse a Constituição para poder extraditar Andrei Lugovoi.

A Rússia recusa-se a extraditar o suspeito Andrei Lugovoy, afirmando que a Constituição russa impede a extradição de cidadãos russos.

 Por Lyulko Lyuba


Loading. Please wait...

Fotos popular