Pravda.ru

Federação Russa

Operação de resgate continua : Cinco marinheiros salvos

24.10.2006
 
Operação de resgate continua : Cinco marinheiros salvos

As equipes de resgate até 16.00 horas do horário de Moscou conseguiram salvar cinco tripulantes do navio russo “Sinegorie” que afundou  perto da costa da Coréia do Sul, e que encontraram o corpo de um outro marinheiro, informaram agências russas de notícia na terça-feira. O último salvo é o imediato, Mikhail Rudnev. Ele encontra-se num estado grave . 12 marinheiros continuam desaparecidos.

Um total de 18 tripulantes estava a bordo do Sinegorie, uma embarcação de 2.448 toneladas que teria afundado enquanto transportava uma carga de madeira vinda do extremo leste da Rússia e com destino à China.

A agência de notícias Interfax, citando informações fornecidas pelo Ministério de Emergências da Rússia, disse que quatro dos cinco tripulantes resgatados passavam bem e haviam sido levados para portos sul-coreanos. O quinto continuava em uma embarcação participando das operações de resgate.

Autoridades do ministério afirmaram que as condições meteorológicas desfavoráveis provocaram o adiamento, para quarta-feira, dos planos de mandar um avião russo à área para ajudar nas operações.

A guarda costeira da Coréia do Sul disse que o Sinegorye enviou um sinal de ajuda por volta do meio-dia da segunda-feira, a pouco mais de 110 quilômetros da ilha de Ullung, na costa leste do país. A embarcação teria afundado nesse ponto. A água invadiu o compartimento de carga do navio em meio a um mar agitado.

Um barco sul-coreano encontrou inicialmente três marinheiros vivos.

"Um bote salva-vidas com um tripulante, que estava vivo, foi achado. Outros dois foram tirados da água, também com vida", disse uma autoridade do serviço russo de resgates, segundo a Interfax.

"O barco salva-vidas do Sinegorye também foi encontrado, mas não havia ninguém dentro dele", afirmou a autoridade.

Dois barcos grandes de patrulha e um avião de busca foram enviados à área, mas as embarcações tiveram dificuldade para chegar ao ponto do naufrágio, disse uma autoridade sul-coreana por telefone.

"É cedo demais para falar sobre o destino dos (outros) tripulantes", afirmou. "As condições meteorológicas continuam a ser extremamente desfavoráveis."

Chuvas fortes atingiram a região nordeste da Coréia do Sul na segunda-feira.

Com Reuters 


Loading. Please wait...

Fotos popular