Pravda.ru

Federação Russa

Gazprom propôs a Sonatrach oito poços de gás para exploração

24.01.2007
 
Gazprom propôs a Sonatrach oito poços de gás para exploração

O ministro da Indústria da Energia da Rússia, Viktor Khristenko  passou o fim da semana passada na Argélia ao convite de seu homólogo argelino, Shakib Helil, para discutir a “ cooperação russo–argelina no domínio da energia", informa Interfax.

 Segundo o serviço de imprensa do ministério russo  no âmbito da visita  Argélia e Rússia  assinaram um acordo a 21 de Janeiro, apelando á cooperação entre os monopólios de gás de ambos paises, a russa Gazprom e argelina Sonatrach, empresas no que respeita à exploração, produção, transporte e "marketing" do gás. 

Especialistas russos e argelinos irão brevemente dar início à cooperação com vista ao desenvolvimento da energia nuclear na Argélia, anunciou Victor Khristenko, ministro da Indústria da Energia da Rússia, depois de um encontro com o ministro da Energia e das Minas da Argélia, Shakib Helil.

"Esse trabalho será iniciado dentro em breve" - declarou Khristenko, sublinhando que "essa cooperação irá basear-se nas condições previstas nos acordos internacionais, nomeadamente sobre a não difusão de armas nucleares".

Khristenko assinalou que o alargamento da cooperação entre a Rússia e a Argélia no campo da extracção de gás e petróleo, bem como da energia nuclear "é vantajoso não só para as duas partes, mas para os países a quem a Rússia e a Argélia fornecem hidrocarbonetos".

O consórcio público russo Gazprom propôs ao seu homólogo argelino Sonatrach oito poços de gás para exploração, tendo a Sonatrach escolhido quatro.

Além disso, Victor Khristenko anunciou que a Argélia foi convidada a "participar na construção de uma fábrica de produção de gás condensado na região do Báltico", bem como estão a ser estudadas as possibilidades da "participação nos mercados de terceiros países, nomeadamente em operações comerciais e na coordenação de posições no âmbito do forum dos países exportadores de gás".


Na Europa surgem receios, e com fundamento, de que Moscovo tenta organizar uma espécie de OPEP do gás a fim de controlar os preços internacionais deste hidrocarboneto.


Loading. Please wait...

Fotos popular